17 de jan de 2016

"otto silveira"



outro misterioso tradutor de thomas mann é um certo "otto silveira", assinando aquela que é a primeira tradução brasileira de a montanha mágica. o livro saiu pela editora panamericana, aparentemente já nascido como uma segunda edição em 1943. veja "um mann meio estropiado", aqui (ainda que omissões e mutilações não fossem raras naquela época - vide, por exemplo, o curioso caso dos irmãos karamazoff aqui).

não me espantaria muito se algum diligente mestrando ou doutorando, dispondo-se a avaliar meticulosamente essa primeira montanha mágica entre nós e a examinar com bom olho analítico as traduções feitas por otto schneider, concluísse que, na verdade, "otto silveira" e otto schneider são a mesma pessoa.

atualização em 18/12/2017: a hipótese foi confirmada por gentileza de théo amon [vide comentários], a quem agradeço vivamente, com a indicação documental comprobatória aqui.


2 comentários:

  1. Cara Denise:

    acompanho muito teu blog, que é estupendo. Sou tradutor e também um estudioso da obra de Mann (estou inclusive preparando uma nova tradução d'A Montanha Mágica, já com vistas à entrada do autor em domínio público) e me intrigava a identidade desse "Otto Silveira" da tradução parcial, que aliás descobri pelo teu blog. Acho que encontrei a confirmação da tua hipótese aqui, neste jornal (Correio da Manhã, 16/07/1955):
    http://memoria.bn.br/pdf/089842/per089842_1955_19112.pdf
    É só dar um Ctrl+F e buscar por "otto" que vais encontrar a passagem confirmando que se trata de Otto Schneider (grafado "Schineider" no jornal...).

    Abraço

    Théo Amon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabuloso, théo, gratíssima! li a esclarecedora matéria e baixei o arquivo, muito obrigada.

      Excluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.