3 de ago de 2009

um pouco de justiça


de volta das férias, o nãogostodeplágio retoma suas atividades com uma boa notícia:

em junho já tinha sido instaurado um inquérito criminal sobre os plágios de tradução, por determinação do ministério público estadual de são paulo.

agora em julho a promotoria de justiça do consumidor do estado de são paulo acatou representação de joana canêdo e determinou a abertura de um inquérito civil sobre as fraudes cometidas pela editora martin claret.

imagem: plagiarius

11 comentários:

  1. Bom dia e muito boa notícia, Denise!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Denise. E obrigada pela sua tenacidade. Beijo, C.

    ResponderExcluir
  3. abílio guerra3.8.09

    denise, vc merece parabéns, pois é uma das grandes responsáveis pelo início da moralização no setor.

    todos os editores éticos do país te agradecem, pois na prática nos beneficiamos muito com isso.

    grande abraço

    abilio

    ResponderExcluir
  4. Maria Helena Garcez3.8.09

    MARAVILHA!!! PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo3.8.09

    Ótimo! Tomara que continue.

    Um abraço,

    Gaby Kirsch

    ResponderExcluir
  6. Angela Xavier de Brito3.8.09

    Que boa noticia, Denise! Ainda ha um pouco de justiça neste pais.

    Angela

    ResponderExcluir
  7. Heloisa Jahn3.8.09

    bacana! como tradutora e como consumidora.

    heloisa

    ResponderExcluir
  8. Anônimo3.8.09

    Parabéns!

    Eleonora

    ResponderExcluir
  9. José Lira3.8.09

    Parabéns a você, Denise, e à Joana Canêdo, que passa a contar com a gratidão e o apoio de todos nós.

    José Lira

    ResponderExcluir
  10. Que bom, D.! Recebeu minha mensagem? Abraços, Jean.

    ResponderExcluir
  11. Robert Finnegan3.8.09

    Denise,
    Fico feliz com as notícias!
    Robert

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.