20 de ago de 2009

zumbi trapalhares VII, a cambulhada

além das retificações, feitas na fbn/isbn, das discrepâncias malucas entre dados cadastrais e dados catalográficos de obras brasileiras e portuguesas publicadas pela editora martin claret, constam algumas alterações suspeitas.

relaciono abaixo os casos alterados. todos eles estavam cadastrados com o nome de pietro nassetti ou pietro massetti como autor da tradução. agora constam assim:

85-7232-414-3: kafka, o processo, trad. torrieri guimarães
85-7232-413-5: ômar souki, respostas para a vida 2 [ok, vá lá, o autor é brasileiro]
85-7232-412-7: ômar souki, respostas para a vida 1 [ok, vá lá, o autor é brasileiro]
85-7232-436-4: as minas do rei salomão - a ficha com este título agora abre como "walt whitman, folhas de relva"
85-7232-529-8: o rei epido [sic] - a ficha com este título agora abre como "josé de alencar, lucíola"
85-7232-557-3: rimbaud, uma estadia no inferno, trad. daniel fresnot
85-7232-572-7: virgílio, eneida, trad. manuel odorico mendes
85-7232-575-1: benjamin franklin, pragmatismo, trad. jorge caetano da silva
85-7232-580-8: joseph conrad, o coração das trevas, trad. luciano alves meira
85-7232-637-5: epicuro, pensamentos, sem nome de tradutor
85-7232-419-4: os quatro cavaleiros do apocalipse - a ficha com este título agora abre como "domingos olímpio, luzia-homem"
85-7232-433-X: djalma argolo, na presença do cristo [ok, vá lá, idem]
85-7232-432-1: djalma argolo, o reflexo do cristo [ok, vá lá, idem]
85-7232-425-9: beccaria, dos delitos das penas [sic], trad. torrieri guimarães


uma coisa é enviar a nossos órgãos públicos uma solicitação de isbn totalmente maluca e a mocinha ou o mocinho da fbn/isbn cadastrar uma ficha e liberar um isbn para essa estapafúrdia solicitação. a claret é fora de série, mas a mocinha ou o mocinho da fbn/isbn, por seu lado, não pode se fazer de tonta ou de tonto e aceitá-la como se nada fosse.

outra coisa é enviar a nossos órgãos públicos uma solicitação de isbn aparentemente normal, plausível, pois ninguém parte do princípio de que é uma fraude. e aí, claro, a mocinha ou o mocinho da fbn/isbn apenas cumpre o que se espera, que é cadastrar a obra e liberar o uso do isbn para ela. (na verdade, podiam pelo menos digitar direito - rei epido é de doer!)

se eu, como cidadã, recorro às vias legais para conseguir que um órgão público desempenhe suas funções com um mínimo de correção e se, como cidadã, sou atendida, ótimo. mas se parece que talvez estejam aproveitando o embalo da minha representação para fazer outras modificações, aí já acho meio complicado e vou querer tirar satisfação.

resumo: até data recente havia 74 traduções cadastradas na fbn/isbn em nome de "pietro nassetti" e 23 em nome de "pietro massetti". agora são 57 no primeiro caso e 18 no segundo. de um total de 97, baixou para 75, ou seja, tiraram 22 atribuições ao Inefável. dessas 22, apenas 7 correspondem aos casos estapafúrdios para os quais pedi providências.

quero saber como e por que eliminaram as outras 15.

imagem: www.eben.com

2 comentários:

  1. Interessante a vossa idagação...Apoio!
    Vai rolar em Dezembro em São Francisco do Sul o 1º Encontro Nacional de Blogueiros, que tal participar?
    + informaçõpes:
    http://bethosides.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Anônimo20.8.09

    Está na cara o mau-caratismo da pseudo-editora Martin Claret. Mas continuam vendendo, não é?
    Que nojo!
    Paula Aryana S.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.