13 de ago de 2009

artistas das palavras



numa bela matéria de capa publicada pela revista da cultura, ruy barata neto mostra como o processo de tradução, "não raro, revitaliza as obras literárias originais". reproduzo abaixo alguns trechos avulsos:

A proximidade entre o trabalho do tradutor e o do escritor é tão grande que não raro pode se notar a evolução estilística de alguns autores à medida que realizam traduções. Carone cita Guimarães Rosa, para quem “a tradução é como uma enchente do Nilo, que fecunda suas duas margens.”

... Jorge Luis Borges, ao se referir às traduções em inglês de Homero – que aliás são muitas –, acreditava ser uma vantagem a ignorância do grego pois, como leitor, tinha acesso a uma verdadeira biblioteca e não somente a um livro original. Isso porque as várias versões traduzidas revelavam novos aspectos contidos na mesma obra.

... assim como um autor às vezes perde o controle sobre a sua criação e deixa fluir sua narração ao gosto de seus personagens, o tradutor também pode inconscientemente ser levado por um processo pessoal de tradução.

... Walter Benjamin chega a afirmar no texto "A tarefa do tradutor" que um texto literário original é apenas a primeira manifestação. A obra ... só é plenamente desenvolvida após várias traduções.

Outro benefício interessante da tradução é o enriquecimento das línguas. ... foram as traduções da Bíblia para o alemão, por Lutero, e para o inglês, pelo Rei James, as responsáveis por desenvolver a literatura dos dois idiomas. E mais: a própria literatura grega, ao ser traduzida para o latim, acabou se tornando patrimônio da língua latina...

"As grandes traduções geralmente são feitas por escritores com pleno conhecimento de sua língua, pois o resultado da tradução só pode ser conferido no idioma de chegada. É aí que está a prova dos nove."

a matéria de ruy barata neto ganhou destaque na publishnews, em palmas ao tradutor.

leia também o post de ruy neto no blog da cultura sobre a difícil arte da tradução de obras literárias, e ouça bosi, schnaiderman, carone e bezerra falando o tema.

2 comentários:

  1. Olá, Denise
    Li este artigo na Revista da Cultura que peguei outro dia no shopping Bourbon Pompéia.
    Bjs,
    Eleonora

    ResponderExcluir
  2. olá, eleonora. obrigada pela visita!
    é ótimo o artigo, não?

    bj
    denise

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.