17 de ago de 2009

zumbi trapalhares V, até que enfim!



em maio de 2008, começou um berreiro porque a agência brasileira do isbn (fundação biblioteca nacional) tinha lá em seu cadastro vários disparates de tradução pela editora martin claret: pietro nassetti, marcellin talbot, jean melville, juan gonçalves teriam traduzido para o português coisas como o primo basílio, quincas borba, marília de dirceu, ressurreição, papéis avulsos e outras obras portuguesas e brasileiras. veja aqui as fichas na fbn/isbn.

em 16 de maio de 2008 o prosa online do jornal o globo fez uma ótima nota a respeito. foram várias cartas e ligações para o minc, para a fbn, para a sua presidência, para a advogada da martin claret - nada...

a única coisa que resultou do escarcéu foi que a fbn/isbn passou a incluir nas páginas de pesquisa do site http://www.bn.br/ uma mensagem tipo "não tenho nada a ver com isso". então dei entrada numa representação junto ao ministério público federal - pedindo providências não em relação à martin claret, que essa é outra história, mas em relação à própria agência brasileira do isbn (fbn).

acompanhe aqui o andamento da coisa:

http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/primeira-traducao-de-machado-de-assis.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/machado-nassetti-claret-fbn.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/triste-historia-do-livro-no-brasil.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/nem-o-minc-aguenta-non-chalance.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/novo-tag-nao-tenho-nada-ver-com-isso.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/zumbi-trapalhares.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/03/zumbi-trapalhares-cont.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/04/zumbi-trapalhares-iii.html
http://naogostodeplagio.blogspot.com/2009/06/zumbi-trapalhares-iv.html

no final de julho, mais ligações para o ministério público no rio de janeiro, disseram que o prazo da martin claret para prestar seus esclarecimentos já tinha terminado, mas que ela ainda não havia se manifestado e que em breve a procuradoria voltaria à carga com a editora.

dei uma checada na fbn/isbn, os registros estupefacientes continuavam lá, impertérritos. fiquei achando meio o cúmulo que continuassem ali, mesmo depois que a presidência da fbn tivesse recebido um pedido de esclarecimentos da procuradoria da república. bem ou mal, não deixava de ser um puxão de orelhas...

mas, em suma, sábado vi que - ufa, viva, finalmente - não precisamos mais morrer de vergonha pelos despautérios da nossa querida fundação biblioteca nacional, em suas atribuições como única representante oficial do isbn no país.



agora está assim, substituindo as fichas anteriores:

CATÁLOGO DO ISBN

ISBN: 85-7232-501-8
TÍTULO: FARSA DE INÊS PEREIRA / AUTO DA BARCA DO INFERNO / AUTO DA ALMA
AUTOR: VICENTE, GIL
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2001
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 144
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-457-7
TÍTULO: A VIUVINHA / ENCARNAÇÃO
AUTOR: ALENCAR, JOSE DE
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2001
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 168
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-447-X
TÍTULO: QUINCAS BORBA
AUTOR: MACHADO DE ASSIS
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2001
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 232

ISBN: 85-7232-715-0
TÍTULO: PAPÉIS AVULSOS
AUTOR: MACHADO DE ASSIS
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2006
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 198
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-671-5
TÍTULO: RESSURREIÇÃO
AUTOR: MACHADO DE ASSIS
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2005
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 168
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-564-6 [este caso é um espanto: antes aparecia como o velho da horta, de gil vicente, em tradução de "juan gonçalves"]TÍTULO: O ALIENISTA
AUTOR: MACHADO DE ASSIS
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2002
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 120
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-511-5
TÍTULO: MARILIA DE DIRCEU
AUTOR: TOMÁS ANTÔNIO GONZAGA
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2001
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 272
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-528-X
TÍTULO: O PRIMO BASÍLIO
AUTOR: EÇA DE QUEIROZ
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2004
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 416
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-500-X
TÍTULO: A CARTA DE PERO VAZ DE CAMINHA
AUTOR: PERO VAZ DE CAMINHA
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2002
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 136
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-607-3
TÍTULO: SONETOS
AUTOR: MANUEL du BOCAGE
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2003
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 164
EDITORA: MARTIN CLARET

ISBN: 85-7232-714-2
TÍTULO: POESIA DE RICARDO REIS
AUTOR: FERNANDO PESSOA
Nº DE EDIÇÃO: 1
ANO DE EDIÇÃO: 2006
LOCAL DE EDIÇÃO: SÃO PAULO
TIPO DE SUPORTE: PAPEL
PÁGINAS: 268
EDITORA: MARTIN CLARET

desde maio de 2008 até agosto de 2009 são 15 meses! por outro lado fazia um bom tempo que andava essa bandalheira na fbn/isbn, e a martin claret era muito descarada, e a agência do isbn também parecia meio displicente demais, e afinal a obra literária é um elemento cultural pelo qual todos têm que zelar. talvez resulte algum bem disso. quem sabe a fbn comece a levar mais a sério suas atribuições - já seria um bom começo. mas sei lá..., que história mais maluca!

imagem: ufa; dããã

3 comentários:

  1. Texto reunindo reportagens e informações interessantes sobre tradução não poderia deixar de citar o blog "Não gosto de plágio", que já é referência no assunto: www.olivreiro.com.br/noticias/237-metamorfoses-da-traducao. Força nesta luta!

    ResponderExcluir
  2. obrigada, helena! de fato, seria fundamental que essas obras esgotadas passassem a ser de livre acesso da sociedade.

    ResponderExcluir
  3. Pois é. Muitas questões e muitos desafios nessa área. Admiro tua disposição e vontade em denunciar e acompanhar esses casos, isso faz toda a diferença... Abraço!

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.