13 de ago de 2009

o homem burati-rideeliano por aí

este outro fruto dos descalabros editoriais, a saber, nietzsche, ecce homo, com pretensa tradução publicada pela editora rideel atribuindo-a à autoria de "heloísa da graça burati", aparece em programas de curso, bibliotecas, licitações públicas:



seus editores não esqueceram de estampar
o selinho amigo na página de créditos:


imagens: fakebook; logotipo da abdr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.