28 de out de 2009

o cisco e a trave

GIE - Grupo Iberoamericano de Editores realiza encontro bem sucedido durante a Líber 2009
[...]
Compareceram os presidentes das Câmaras Iberoamericanas, inclusive Rosely Boschini pela CBL, onde fizeram relatos sobre a situação de cada mercado, compras de governo e pirataria.

- se pirataria é "utilização e reprodução não autorizadas de obras intelectuais (como obras musicais, artísticas, científicas, literárias e outras) com finalidade de lucro", conforme a cartilha da ABDR;
 

 
- se a editora madras, a editora rideel e a ediouro reproduzem sem autorização obras intelectuais com finalidade de lucro;
- se, portanto, tais editoras (que aliás ocupam 3 das 4 diretorias editoriais da cbl) se enquadram na definição de pirataria dada pela abdr,
- terá rosely boschini, a presidente da entidade, incluído tais lamentáveis exemplos em seu relato sobre pirataria?

Um comentário:

  1. Olá, Denise. Conheci seu blog há pouco tempo e já admiro sinceramente seu trabalho. A produção intelectual deve ser valorizada, não pela criminalização daqueles em busca de conhecimento, mas justamente pela valorização dos profissionais honestos, nós que quebramos a cabeça e não ganhamos dinheiro às custas do trabalho intelectual alheio. Continue com o bom trabalho. Um abraço!

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.