23 de out de 2009


imagem: pato ao alvo

em comentário ao post anterior, danilo nogueira, editor do blog tradutor profissional, matou a charada de uma monumental jequice que nos assola há décadas.

recapitulando: eu tinha achado muito engraçado que nossos plagiadores de plantão, não se avexando em copiar a vetusta tradução portuguesa (1913) da origem das espécies, mimoseassem-nos com os ducks selvagens e domésticos de darwin travestidos de "canários".

e aí bem lembra danilo: pato em francês é canard, e não inexistem pessoas capazes de achar que canard quereria dizer canário (e que pato seria, talvez, pat ou pateau, por que não...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.