18 de abr de 2009

a agência de empregos da claret, parte II

o CITRAT (Centro Interdisciplinar de Tradução e Terminologia), da USP, em sua candidatura ao nosso hall of shame, tem despertado reações contrárias da parte de gente que ainda acredita em dignidade intelectual e que ainda acha que é bom ler as mensagens e se informar do teor delas antes de sair feito alucinado por aí, bombardeando pessoas inocentes com estranhas propostas.

a atual diretoria do CITRAT não se manifestou, uma ex-diretoria pretendeu me repreender pela divulgação do ocorrido, a secretaria alegou a ignorância de um bebê recém-nascido.

já do lado de cá do mundo, várias pessoas me enviaram e-mails ou deixaram comentários aqui no nãogosto, manifestando incredulidade, espanto, horror. posição muito digna também foi a de mamede jarouche, o famoso tradutor das mil e uma noites e docente do departamento de letras orientais da pilatusp: ele escreveu com muita calma e paciência à tal sandra nascida-ontem explicando os fatos do mundo e aconselhando vivamente o CITRAT a não se misturar com a turma martinclaretiana, pois pega muito mal.

é isso aí, dr. mamede: em tempos de tão aguda escassez de discernimento e clareza de idéias, quem dera se multiplicassem as honestas vozes do bom senso.

imagem: www.78sclub.com

4 comentários:

  1. Anônimo22.4.09

    VOCE DIZ NAO GOSTAR DE PLAGIO, QUE, POR SINAL, E O TITULO DO SEU BLOG-BLEF!

    VEJO QUE VOCE E BOA DE DEDO (E LINGUA!)

    SERA?

    AGORA EU QUERO VER SE VOCE E "BOA" TAMBEM DE "PERNAS-PRA-QUE-TE-QUERO"!

    CUIDADO COM O QUE VOCE ESTA ESCREVENDO, ANTES DE CORRER.

    VOU CONTAR DE 1 ATE 3

    1
    3!

    ResponderExcluir
  2. Ricardo23.4.09

    Isso aí, valentão (ona), manda ver.
    Aproveita e mostra mais valentia, assinando com seu nome verdadeiro e justificando o motivo da "carreira" a ser dada na autora do blog.

    ResponderExcluir
  3. ivan pinheiro machado23.4.09

    Cara Denise,
    A covardia, o anonimato é mais um acessório da mau-caratice, daqueles que convivem com o crime e a arrogância. Não tenha medo desta gente, no desespero, eles só latem. Receba minha solidariedade. Ivan Pinheiro Machado

    ResponderExcluir
  4. José Lira1.5.09

    Denise,

    Freud explica: esse pessoal que faz carta anônima tem problemas de infância mal resolvidos, e quando crescem ficam impotentes ou frígidas, dependendo do sexo. Fazem isso como uma espécie de satisfação solitária de seus instintos. Não são gente, são íncubos e súcubos que arreganham a boca sem mostrar a cara. Não tenha medo. Siga em frente. Você tem nossa solidariedade e nossa gratidão pelo extraordinário trabalho que vem fazendo.

    José Lira

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.