14 de jun de 2010

uma questão de jeito

flanela paulistana faz ponderadíssimas e excelentes perguntas em "denise vai dormir na pia, oh".



pois é, como se fosse alguma questão pessoal, não existisse leitor, não existisse editora séria, não existisse o mundo do livro, que - ufa, ainda bem! - é bem maior do que a província do plágio.

veja aqui a íntegra da matéria publicada pela folha de s.paulo.

imagem: pisando em ovos

9 comentários:

  1. Anônimo16.6.10

    Denise Bottman! Essa é a cara! Li sua matéria na Folha hoje. Brava! Como faz falta mais gente como você em várias áreas da cultura. Gente sem rabo preso, que defende suas idéias até o fim. Tem uma palavrinha esquisita (e que a competente tradutora jamais usaria em seus textos) mas que acho perfeita: intimorata! Você é intimorata, Denise. Raro.
    Angélica

    ResponderExcluir
  2. Anônimo16.6.10

    Denise, acabei de ler, que maravilha!
    Foi tua a idéia de publicar apenas o teu depoimento? Muito bom, parabéns!
    Eu fico meio passada porque tenho sempre a impressão de que muitos não entendem qual é o X real da questão – que não se trata de uma birra tua com um lance que diz respeito a leis. O buraco é muito mais embaixo, diz respeito inclusive à formação de leitores (como tu inclusive diz na matéria) e à concorrência desleal, portanto afetando o funcionamento do mercado editorial – duas coisas que obviamente são do interesse de todos, sejam tradutores ou não.
    Mas, enfim, realmente as coisas não mudam de uma hora para a outra. Parabéns!
    E tu tá ótima na foto, foi muito bem escolhida. Passa uma coisa muito legal. Adorei ter um rosto para “colar” ao teu nome!
    Cacá

    ResponderExcluir
  3. Anônimo16.6.10

    Oi, Denise

    Muito boa sua entrevista de hoje na Folha!

    Grande abraço
    Milton

    ResponderExcluir
  4. Ivo Barroso16.6.10

    Parabéns, guerrilheira!
    Excelente exposição de motivos.
    Abraços
    Ivo

    ResponderExcluir
  5. Pedro Maciel16.6.10

    Bravo!!!!!! Bravíssimo!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. agradeço os comentários de luiza tomito, bia esteves e maria eugênia

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, Denise! Acho que o principal efeito do seu blog é que os leitores cada vez mais vão dar valor a traducões legítimas, e as editoras picaretas (como muitas delas bem merecem ser chamadas) não vão ter outra alternativa a não ser parar de plagiar indiscriminadamente. Se o poder público não resolve mesmo com as representações, o furo no bolso das editoras deve acabar tendo efeito maior, eu espero. Temos mais é que divulgar o naogostodeplagio. Continue sempre!

    ResponderExcluir
  8. Regina Iorio17.6.10

    Denise

    Vi vc na Folha de São Paulo - achei o máximo!

    Bjs
    Gigi

    ResponderExcluir
  9. Denise,

    certeira, as usual!

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.