18 de fev de 2010

pesos e medidas

notícias que me espantam pela hipocrisia e parcialidade:

"AUTORAL
Desde agosto de 2009, até o final de janeiro deste ano, foram encontrados na internet 15.713 links para download pirata de livros, segundo levantamento da ABDR (Associação Brasileira dos Direitos Reprográficos). Mais de 90% foram retirados do ar após notificação da entidade, que começou a fazer trabalho de busca de links piratas no segundo semestre do ano passado."

"Pirataria Digital
No dia 05.02.2010, o Jornal Folha de São Paulo, caderno Economia (coluna “Mercado Aberto”), noticiou os números da campanha de combate à pirataria digital de livros da ABDR, com o apoio do SNEL, no período de agosto/2009 a janeiro/2010. Mais de 15.700 links para download piratas de livros tirados do ar pela nossa equipe técnica."


a abdr é aquela mesma do dedão sinistro que diz "respeite o direito autoral" e cujo quadro de associados inclui a editora martin claret, a editora rideel, a editora madras, dadas a uns plagiozinhos e contrafações descaradas. qual será o princípio imparcial e objetivo que norteia a abdr? qual é a moral da abdr para se arvorar no que quer que seja?

e como fica o snel, que também abriga entre seus associados as editoras rideel e madras, dando apoio declarado a essa perseguição hipócrita?

a propósito, uma das vítimas desse furor desenfreado foi teotônio simões, do ebooksbrasil.org, sofrendo intimidações arbitrárias da abdr com o apoio do snel, conforme a notícia dada aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.