18 de dez de 2009

notícia

teotônio simões, que mantém o site ebooksbrasil, deixou comentário em não gosto de plágio, que reproduzo aqui:

"Absurdo! Absurdo Total!

A ABDR solicitou a retirada de A Cidade Antiga (1864) , de Fustel de Coulanges (1830-1889), tradução de Frederico Ozanan Pessoa de Moraes, da estante virtual do eBooksBrasil.org no Scribd. Absurdo! A obra é de dominio público e a tradução publicada foi autorizada pelo tradutor. Absurdo! Entrei em contato com a ABDR e fui informado que estaria ferindo direitos autorais da Martin Claret! Absurdo! O Frederico nunca autorizou sua tradução para a Martin Claret!... e na Martin Claret me informaram que não estariam mais (sic) usando a tradução de Frederico Ozanan Pessoa de Barros. - A tradução, AUTORIZADA pelo tradutor, continua disponível no eBooksBrasil.org.
Teotonio Simões - eBooksBrasil"

5 comentários:

  1. Que horror! O que eu teria para dizer dessa gente é impublicável.

    ResponderExcluir
  2. até onde consigo entender, é um amontoado de arbitrariedades.
    - em primeiro lugar, a claret nunca publicou essa tradução do ozanam
    - ela publicava uma cópia atamancada de uma pretensa tradução publicada pela hemus e pela ediouro, que por sua vez já era uma cópia adulterada da tradução portuguesa de fernando de aguiar
    - retirou isso de catálogo e substituiu por uma tradução legítima, feita por roberto leal ferreira
    - como a abdr, que supostamente luta contra a pirataria e a lesão a direitos autorais, advoga e procede em favor da martin claret, que carrega casos notórios de lesão a direitos autorais?
    - e ainda mais no caso de uma tradução que nunca a m. claret publicou?
    - e num site que conta com a autorização de ozanam para disponibilizar sua tradução?

    ResponderExcluir
  3. ozanam reitera sua autorização para que a ebooksbrasil mantenha a tradução de a cidade antiga em seu site.

    a abdr irá se desculpar pela arbitrariedade?

    ResponderExcluir
  4. Salve, Denise!
    Feliz ano novo!
    Obrigado por ter confirmado com o Frederico Ozanam sua autorização para o eBooksBrasil.org.

    Quanto à abdr, nem se trataria de desculpas.

    Cometeram um CRIME!
    Violar direitos autorais é crime.
    E acusar alguém de um crime que *não* foi cometido é o que?
    É, é crime.
    Claro que poderia mover uma ação contra a abdr, por calúnia, etc. etc...
    Mas não vou sequer contestar a falsa e pusilânime acusação lá no scrib... Que fique lá a prova de que a abdr é o que é.
    Para insetos, inseticida.

    ResponderExcluir
  5. Deu até vontade de ler, só pela polêmica!

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.