20 de mai de 2009

machado tradutor

machado de assis traduziu umas cinquenta obras, de victor hugo,* molière, la fontaine, shakespeare, poe (quem não conhece sua tradução de o corvo?), schiller, heine, dante. a editora crisálida, de belo horizonte, publicou no ano passado machado de assis tradutor, de jean-michel massa, um dos grandes especialistas em machado, sobretudo de sua atividade tradutória tão pouco lembrada por seus conterrâneos (blush, blush, shame on us!).


que legal, agora a crisálida está lançando três traduções inéditas de machado, em volume organizado por massa e traduzido (a introdução e as notas de massa, claro, não as traduções de machado!) por oséias silas ferraz. quem estiver em são paulo tem esse programa imperdível para o dia 5 de junho, na livraria cultura.

* a editora martin claret, diga-se de passagem, até cadastrou na fundação biblioteca nacional os trabalhadores do mar de victor hugo em suposta tradução de pietro nassetti. mas deve ter reconsiderado a questão, pois o volume acabou sendo publicado com os devidos créditos de tradução a nosso querido machado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.