13 de fev de 2013

dlit, contribuições XVI

quanto a o cinto de castidade, de pitigrilli, em tradução de joão sant'anna, talvez caiba observar que a primeira edição saiu originalmente numa parceria entre a vecchi e a freitas bastos, em 1931.


2 comentários:

  1. Ah, esse João Sant'Anna é o meu avô. Ele fez parte do grupo das revistas modernistas "O Máscara" e "Madrugada". Formou, com Theodemiro Tostes, Augusto Meyer e outros um grupo boêmio bastante famoso em Porto Alegre. Ele traduziu também "A Virgem de 18 Quilates" do mesmo Pitigrilli, e um livro que nunca consegui encontrar a um preço acessível, "O Pobre Christo", de Mario Mariani. Talvez tenha traduzido outras obras, mas esses três livros foram os únicos de que encontrei referência até agora. Meu avô traduziu apenas durante o curto período de sua vida enquanto morou no Rio de Janeiro, antes de se casar com minha avó. É uma bibliografia curiosa para um cara que era comunista. Imagino que, nessa época, ele traduzisse para sobreviver mesmo, qualquer coisa que lhe passassem.

    ResponderExcluir
  2. que legal, cláudia! obrigada por partilhar; acrescentarei às contribuições para o dlit.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.