17 de mar de 2010

inaugurando a DDI/Minc

finalmente inaugurei meu contato com a diretoria de direitos intelectuais do minc.

encaminhei à ddi um dossiê expondo o caso muito mal explicado de mario quintana, o qual, a se crer na editora itatiaia e em sua edição de zadig de voltaire, não passaria de reles plagiador de galeão coutinho.

em primeiro lugar, espero que a ddi julgue a questão relevante e tome as providências que julgar pertinentes. em segundo lugar, espero que a itatiaia entenda que sua responsabilidade editorial não cessa na hora em que vende o livro, e pronto, acabou.

acompanhe aqui o caso:

imagem: o quê?!

2 comentários:

  1. Que bom, denise. Esse post, só o vi hj :)

    ResponderExcluir
  2. eu soube que o caso foi encaminhado à advocacia geral da união, que iria averiguar o ocorrido.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.