15 de jan de 2010

mais um gato, gato XXIV

no ano passado, montei uma pequena pesquisa sobre edgar allan poe no brasil.

no levantamento específico das traduções de the black cat no país, tinha-me passado desapercebida a tradução de william lagos, publicada em 2002 pela lpm no volume os assassinatos da rua morgue e outras histórias. minhas desculpas por uma omissão tão crassa. agora consta devidamente creditada nos posts o gato brasileiro e as andanças do gato.

com isso, eleva-se a 23 o número de traduções brasileiras do referido conto que consegui localizar até o momento.

5 comentários:

  1. Olá Denise! Conheci seu blog através do Jane Austen Brasil, e adorei! Parabéns!

    Aproveitando o ensejo, gostaria de fazer uma pergunta. Você é formada em letras? Ou fez algum curso de tradução?

    Em suma, o que é preciso pra trabalhar como tradutor? Principalmente literário?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. olá, mell, obg!
    sobre o ofício de tradução, sugiro que vc visite comunidades e e-groups de tradutores, por exemplo o e-group "litterati" no yahoo e "tradutores e intérpretes br" no orkut; um excelente blog é o "tradutor profissional".

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada!!! Já entrei em todos!!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo24.6.10

    Olá, Denise

    Primeiramente, meus parabéns pelo seu trabalho nesse blog. É provável que você ouça/leia isso muitas vezes, mas não custa nada reforçar. Sou estudante de letras e fã de Edgar Allan Poe, e mal posso expressar o quanto seus apontamentos são úteis para a leitura desse autor.

    Uma pergunta: a edição da L&PM a que você se refere nesse post é confiável? Ela tem um preço bastante acessível, e estou pensando em comprá-la.

    Desde já agradecido,
    Braulio Pereira

    ResponderExcluir
  5. olá, bráulio, obrigada pelas palavras generosas. que bom que a pesquisa tem sido útil para vc!
    a lpm é uma editora muito séria e de muito bom nível, mas, para ser sincera, não li a tradução de william lagos. em todo caso, há alguns excertos dela num estudo comparado que menciono aqui: http://naogostodeplagio.blogspot.com/2010/01/o-gato-nassettiano-na-academia-poe-xxv.html

    pela amostra, a impressão que se tem é que ela é bem boa.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.