14 de jan de 2013

os prêmios da fbn 2012, IV

em tempo: ainda em relação ao prêmio paulo rónai de tradução literária, da fbn, admirou-me a habilitação da inscrição de uma obra que visivelmente não é literária: civilização - ocidente x oriente.

seria muito importante que a fbn criasse um novo prêmio ou desdobrasse o paulo rónai em dois prêmios distintos, passando a contemplar também obras de tradução de humanidades. aliás, este foi um pleito que fizemos em petição em 2011, num documento entregue por ivo barroso nas mãos do presidente da fundação, galeno amorim, por ocasião da cerimônia de entrega dos prêmios daquele ano. ver a petição aqui.

enquanto não se o criar, porém, as regras atualmente vigentes deveriam ser respeitadas pela própria instituição que as estabeleceu.

veja também a sequência dos posts dedicados à premiação: III (tradução), II (poesia) e I (isbn).

5 comentários:

  1. Li os quatro posts sobre os prêmios da FBN e fiquei até zonza. É muita irregularidade em tão pouco tempo! Até parece que não tem ninguém cuidando disso... que está à própria sorte, rs.

    ResponderExcluir
  2. é, bárbara, é um pouco isso mesmo, vertiginoso - imagine tudo isso acontecendo entre feriados natalinos e de ano novo! admira até que não tenha passado batido na imprensa. sem dúvida, foi muito importante o papel da raquel cozer, em divulgar e acompanhar o desdobramento dos fatos, no caso do prêmio de poesia. já quanto ao despautério na escolha da comissão avaliadora do prêmio paulo rónai, nenhum inscrito pareceu se incomodar e ninguém se manifestou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu desisti de ser jornalista, mas admiro muito os jornalistas que fazem esse trabalho de não deixar os absurdos passarem despercebidos pelo grande público.

      Excluir
  3. Bruce Torres15.1.13

    Me surpreende a Planeta entrar justo com Niall Ferguson - em outro livro do autor, "A Ascensão do Dinheiro", eles conseguiram fazer uma tradução ruim (pra que dicionário/glossário?), sem revisão alguma. Só o prefácio do livro já faz querer você sair correndo de qualquer outro título desse mesmo autor e que tenha sido traduzido pela editora.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.