29 de nov de 2010

piero della francesca e carlo ginzburg

.

amanhã, dia 30, a partir das 19,30 h, o historiador carlo ginzburg estará na livraria cultura do shopping villa-lobos, para o lançamento de investigando piero, pela cosac naify, na tradução desta que vos fala.

para quem deseja acompanhar a discussão de ginzburg sobre piero, a referência indispensável é a belíssima obra de roberto longhi, piero della francesca, também pela cosac naify (2007) e com tradução desta que vos fala.


para os aspectos teóricos e metodológicos do modelo historiográfico proposto por ginzburg, e brilhantemente aplicado em investigando piero, indispensável o artigo "sinais: raízes de um paradigma indiciário", em mitos, emblemas, sinais, na tradução de federico carotti, pela companhia das letras (1989).
.

3 comentários:

  1. vc poderia dizer se este livro é uma reedição do " indagações sobre piero"? tamém pela mesma editora? se ele amplia esta mesma obra ou se se trata de novo estudo?

    ResponderExcluir
  2. prezado edielson:
    não, não é uma reedição. "indagações sobre piero" foi publicado pela paz & terra em 1989, em tradução de luiz carlos capanello.
    a edição pela cosac naify, agora em 2010, segue a edição italiana de 2001, ampliada e revista. ela traz, além do prefácio de 1981, um novo prefácio de 1994, e quatro apêndices: 1. giovanni di francesco, pierro della francesca e a data do ciclo de arezzo;
    2. flagelação: conjeturas e refutações;
    3. berenson, longhi e a redescoberta de piero (1912-14)
    4. datação absoluta e datação relativa: sobre o método de longhi, além de um caderno central com cerca de 80 páginas de ilustrações.

    ResponderExcluir
  3. muito genial o Ginzburg. parbéns.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.