16 de nov de 2010

de volta

.
o nãogostodeplágio agradece a todos os blogs e sites que têm colaborado nessa briga contra o plágio de traduções, colocando banner e/ou incluindo link em seus blogrolls:


25 linhas em branco ; a grenha ; a lenda ; a patota do pitaco ; a tarefa ; a utopia do direito ; acervo a. tito filho ; acídia ; agora ; al-azurd ; além do fantástico ; alessandrolândia ; amálgama ; analorgia ; animot ; apoio denise ; autores e livros ; bacia literária ; bibliolalia ; bibliophile ; blog conceição ; blog da laudi ; blog da l&pm ; blog da sem fronteiras ; blog do galeno ; boicote!!! ; born to lose ; brasil, meu amor ; cabeças trocadas ; cadê o revisor ; cadernos da bélgica ; cantilena do corvo ; caótico ; caquis caídos ; cartografia n'alma ; catando poesias ; coleção de plágios / sabrina lopes ; complexo alpha ; contabilidade e finanças ; contraponto ; cornetadas de um zé ; crisálida editora ; daniel rodrigues aurélio ; dar milho aos bois ; de corpo inteiro ; (des)construções poéticas ; diálogos visuais ; dias de voragem ; digressões de um zé ; dois caminhos ; dr. plausível ; ernestodiniz.com ; escritos online ; espelunca, blog de ademir assunção ; felipe tradutor ; flanela paulistana ; fliperama: diversões eletrônicas ; e-trabalho arakin monteiro ; fogo maduro ; foi feito pra isso ; fomeforte ; funcionaface ; garota que lê ; gaveta da crônica ; gaveta do ivo ; grandes filmes ; há poesia em cada dia ; hopelandic ; implicante por natureza ; index ; interpretação de línguas de sinais ; jane austen em português ; joão evilázio - redator ; last in translation ; leituras do giba ; lendo e criticando ; lenita esteves ; libru lumen ; literatsi ; litteraria ; livraria outubro ; livraria 30 por cento ; livros e afins ; lpm ; lota moncada traductora ; mais cinco minutos ; mariana ; mary jo living alone ; meu cantinho literário ; montana, blog ; mulheres que pecam ; mundo forasteiro ; na ponta da língua ; nódoa do universo ; o coringa ; o livro impossível ; o mundo do meu quintal ; o pensador da aldeia ; o queijo e os vermes ; o salão do fogo ; pais e grilos ; palavras oportunas ; papel de rascunho ; para sempre poe ; pedra de roseta ; pensamento extemporâneo ; pequenas grandes coisas ; ponto de tradução ; por enquanto, nada ; portal edgar allan poe ; portal literal ; porteira da fantasia ; projeto desgaste ; projeto valise ; psicologia e literatura ; química de produtos naturais ; reflexões ; renata esser ; restos e fragmentos de mim ; retábulo de jerônimo bosch ; retrato do artista quando tolo ; rumo ao objetivo... sempre mais além ; serendipity ; sérgio freire weblog ; solilóquios de uma tradutora ; sombra do vento ; souzaletras's blog ; spectro editora ; sujeito oculto ; sutileza ; tal a fuga ; tardes demais ; taverna fim do mundo ; thadeu c santos ; the little porcupine ; the sun rises ; ti-rinhas ; traduz-se ; trajes lunares ; transfusões ; tudo ao mesmo tempo agora ; um túnel no fim da luz ; urbano solo ; urupês ; usina do verbo ; violeta ; viva vox

visite a coluna "a gente se linka", à direita.
.
imagem: istockphoto
.

23 comentários:

  1. oxe, denise, eu que agradeço pelo seu blog e pelo grande seviço que você nos presta.

    =]

    abraço.

    ResponderExcluir
  2. Me reconheci na Mariana citada. Faço coro à fala acima: seu trabalho é muito importante.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. o A BALESTRA agradece... http://zerobertoballestra.blogspot.com/

    abs. VAMOS EM FRENTE!

    ResponderExcluir
  4. Prezada Denise Bottmann,

    Você conhece a Livraria 30 por cento? Como a conheci somente agora, não sei se ela é segura e estou procurando informações sobre, afinal 30 por cento de desconto em livros vale muito a pena.

    Abraço,

    Luiz

    ResponderExcluir
  5. olá, luiz, conheço sim e recomendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo14.4.12

      Boa tarde Denise,

      Quanto às vendas, não tenho nada a reclamar da 30%. Mas ela está financiando a pirataria de livros através do site livros de humanas:
      http://livrosdehumanas.org/apoio-livraria-30-por-cento/

      Excluir
  6. prezado anônimo, essa iniciativa provavelmente é posterior à minha recomendação.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo14.4.12

    Certamente, denise... vi pela data deste post que sua recomendação é antiga. É que trabalho em uma editora que tem alguns de seus títulos distribuidos pelo livros de humanas e comercializados pela 30%.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em qual editora trabalha, Anônimo?

      Excluir
  8. Das editoras atuais, somente a Martin Claret pratica o plágio?

    ResponderExcluir
  9. em tal escala, sim, até onde sei.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo22.12.12

    Denise Bottmann

    Por gentileza, a senhora poderia informar o que houve com a Livraria 30%?

    Desde quando a senhora recomendou-a, tenho comprado meus livros nessa livraria.

    O desconto ajuda a quem como eu leio muito e tenho que sobreviver com o valor de uma aposentadoria por invalidez, do INSS.

    Mas, iniciei o processo de compra de dois livros: lançamento: "Oblomov" e "Van Gogh uma vida". Entretanto aparece o seguinte aviso: "Livro indisponível ver Estante Virtual".

    Enviei mensagem, mas não foi respondida. Tentei comunicar-me por telefone, mas há uma gravação que informa: "o nº está temporariamente desligado".

    Por experiência própria, caso essa Livraria tenha associado-se à Estante Virtual, só nos resta lamentar, pois EV para mim é um engodo!
    Cordialmente
    Luiz

    ResponderExcluir
  11. prezado luiz: também não sei o que houve. também tentei comprar algumas coisas pelo site e não consegui. uma pena. no site das americanas às vezes há boas promoções. estou vendo o van gogh a 59,90 (o preço normal é 79,50). o extra, embora mais raramente, também tem promoções.

    ResponderExcluir
  12. Anônimo23.12.12

    Prezada Denise

    Agradeço-lhe não só pela presteza da informação, mas também pela atenção para comigo.

    Costumo dizer que a internet é excelente, porém tem um grande defeito: é impessoal. Digo isto, pois com toda a certeza, tenho idade para ser seu pai, nós idosos costumamos não ser ouvidos. Portanto, quando uma pessoa como você responde com brevidade é motivo de muito contentamento.

    Acredito que a EV deva ter assumido a Livraria 30%, como já havia lhe escrito, só tenho a lamentar.

    Desejo-lhe êxito em sua vida profissional e particular.

    Como não tenho muita intimidade com esta máquina a única maneira que consigo enviar-lhe mensagem é clicando no perfil "anonimo".

    Mas, como não desejo ser um anônimo, assino a mensagem.
    Cordialmente
    Luiz
    PS: Você nunca teve problema com entrega das Lojas Americanas?

    ResponderExcluir
  13. caro luiz: talvez tenhamos idade para sermos irmãos ;-) mas que seja. agradeço e retribuo seus votos. pessoalmente nunca comprei livros pelas americanas, mas comprei objetos domésticos e não tive problema nenhum: rápidos, eficientes, tudo ok.

    um abraço
    denise

    ResponderExcluir
  14. Anônimo8.1.13

    Senhora Denise

    Não se é possível, mas como há três obras que quero ler e que caíram em domínio público, peço-lhe, por favor que me indique a melhor tradução de: Dom Quixote, recentemente a peguim lançou um edição em dois volumes, há a da Abril e outros dois volumes da editora 34; 'Fausto' uma da editora Atelie, Abril e outras, em dois volumes e finalmente 'A Divina Comédia' esta só conheço a edição da abril, mas já me disseram que recentemente lançaram uma, em dois volumes.

    Desculpe-me por importuná-la, mas se é para consultar alguém, prefiro ir direto ao papa.
    Cordialmente
    Luiz
    PS. Gostou de Van Gogh a vida, quando abri, vi que a tradução era sua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. prezado luiz, estou um pouco cansada, responderei amanhã com mais calma.

      Excluir
  15. Anônimo9.1.13

    Senhora Denise

    A Livraria 30% estava de recesso. segundo informou o empregado Tiago Pavan, já estão aceitando pedidos.

    Peço-lhe, mais uma vez, desculpas, por importuná-la, mas uma dúvida: como é traduzir para o português livros de outras línguas e, muitas vezes de outras época. Como é adaptar algo que muitas vezes o próprio autor tem dificuldade de expressar, afinal a palavra, muitas vezes, acaba sendo a prisão do pensamento, já que ao pensar que pensamos, atividade abstrata, temos que torná-la concreta com uma palavra, que muitas vezes no nosso idioma já fica difícil?
    Uma das maiores dificuldades de Wittgenstein. Um colega, francês, tradutor, disse-me: "o ideal seria que todos lessem no original", Para mim, pelo menos impossível. Como é buscar uma palavra que talvez tenha sido escrita no século XVIII e traduzí-la para nossa lingua?
    Cordialmente
    Luiz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. prezado luiz: tiago pavan é o dono. quer dizer, a trinta por cento é uma pequena livraria virtual mantida por tiago, que muitas vezes faz pessoalmente as entregas de bicicleta na cidade. ela pode dar esse desconto porque não tem as despesas de uma livraria física e de um quadro de funcionários. é um jovem idealista, digamos assim.

      quanto a suas questões, há séculos tradutores e não tradutores debatem esses problemas tão complicados e, no fundo, sem resposta. de minha parte, a questão é prática e simples: "abaixe a cabeça e faça o melhor que puder".

      um abraço
      denise

      Excluir
  16. Anônimo11.1.13

    Senhora Denise

    Sou inoportuno mais uma vez. mas é possivel indicar edições de: Dom Quixote, A Divina Comédia e o Fausto?

    E como tradutora, gostou do que leu em Van Gogh a vida?
    Cordialmente
    Luiz

    ResponderExcluir
  17. olá, luiz, não li todas as traduções do quixote, do fausto e da divina comédia, então fica difícil comentar.
    sim, gostei muito de traduzir a biografia e montei um pequeno blog de acompanhamento da tradução: http://abiografiadovangogh.blogspot.com.br/

    abraço
    denise

    ResponderExcluir
  18. Anônimo14.1.13

    Senhora Denise

    Agora que vi sua foto na sua página, posso assegurá-la que posso ser seu pai.

    Quero dar-lhe os parabéns pelo blogo da tradução do título Van Gogh.

    Há um ditado popular que diz: " quem sabe faz, quem não sabe senta e bate palmas" é, exatamente, o que faço agora.

    O mais importante que fui para ler o blog do Van Gogh e encontrei textos seus muito bons, não os li todos, quero acabá-los para fazer um comentário do todo.

    Desejo-lhe, mais uma vez êxito em sua vida profissional e privada.
    Cordialmente
    Luiz

    ResponderExcluir
  19. olá, luiz, pode dispensar o "senhora". a propósito, sou de 1954.

    obrigada, que bom que apreciou o blog sobre van gogh. o trabalho de tradução foi muito envolvente e quase exaustivo - então o blog servia também como uma espécie de respiro nas passagens mais opressivas da biografia.

    um abraço
    denise

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.