9 de set de 2012

a dobradinha FBN/Martin Claret I

eis o que a fbn aceitou cadastrar e oferecer em seu programa nacional do livro de baixo preço, para abastecer 2.700 bibliotecas públicas de norte a sul do país, à livre escolha delas:


reproduzo abaixo o que venho divulgando faz anos e que apresentei à presidência e à coordenação da fundação biblioteca nacional, quando eu soube das irregularidades em seu programa de abastecimento das bibliotecas públicas (e com verba pública, claro):


10/04/2008

max weber: pioneira vs claret

a ética protestante e o espírito do capitalismo.


mais da metade da ética protestante é composta de eruditíssimas notas. nelas, o copidesque nem se deu muito ao trabalho de mexer. já o texto, mais valia nem ter mexido.

tradução original de m. irene szmrecsányi e tamás szmrecsányi (pioneira, 1983, 3a. ed.), p. 144:

Alberti, Pandolfini, e os demais de sua espécie são representantes daquela atitude que, a despeito de toda obediência externa, era internamente emancipada da tradição da Igreja. Com toda a sua semelhança à ética cristã do tempo, na realidade, equivalia de maneira ampla ao caráter pagão da antigüidade, que Brentano acha que omiti, na sua significação para o desenvolvimento do moderno pensamento econômico (e também da moderna política econômica). Que eu não trato de sua influência aqui, é bem verdade. Isto estaria deslocado num estudo sobre a Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo.

tradução atribuída a pietro nassetti (martin claret, 2007, edição revisada [?]), p. 154:

Alberti, Pandolfini, e os demais de sua espécie são representantes daquela atitude que, apesar da obediência externa, era totalmente* emancipada da tradição da Igreja. Com toda a sua semelhança à ética cristã do seu tempo, na realidade, equivalia de maneira ampla ao caráter pagão da Antigüidade, que Brentano acha que omiti, na sua significação para o desenvolvimento do moderno pensamento econômico (e também da moderna política econômica). Que eu não trato de sua influência aqui, é bem verdade. Isto estaria deslocado em um estudo sobre a ética protestante e o espírito do capitalismo.

* quanto à troca de "internamente" por "totalmente", parece confirmar que o revisor pouco se importa se isso anula o sentido da contraposição entre externo e interno no humanismo de alberti. talvez o scan não estivesse muito nítido e o "revisor" passou o olho batido e pensou que era "inteiramente"...

trad. m. irene szmrecsányi e tamás szmrecsányi (pioneira, 1983, 3a. ed.), p. 186:

é bem sabido que essa atitude possibilitou ao pietismo tornar-se uma das principais forças a favor da idéia de tolerância. Neste ponto, podemos inserir algumas observações a respeito. Sua origem histórica no Ocidente, se omitirmos a indiferença humanística do Iluminismo, que, em si mesma, teve grande influência prática, pode ser encontrada nas seguintes fontes principais: 1) as razões puramente políticas (arquétipo: Guilherme de Orange); 2) o mercantilismo (especialmente claro para a cidade de Amsterdã, mas também típico de numerosas cidades, terratenientes e governantes que recebiam os membros de seitas por considerarem-nos valiosos para o progresso econômico; 3) a ala radical da religião calvinista. A predestinação tornou fundamentalmente impossível que o Estado verdadeiramente promovesse a religião através da intolerância. Deste modo, ele não poderia salvar uma única alma. Apenas a idéia da Glória de Deus dava à Igreja a ocasião de reclamar sua ajuda na supressão da heresia.

tradução atribuída a pietro nassetti (martin claret, 2007, edição revisada[?]), p. 196:

como se sabe, essa atitude possibilitou ao pietismo tornar-se uma das principais forças em favor da idéia de tolerância. Nesse ponto, podemos inserir algumas observações a respeito. Sua origem histórica no Ocidente, se omitirmos a indiferença humanística do Iluminismo, teve influência prática,* podendo ser encontrada nas seguintes fontes principais: 1) as razões puramente políticas (arquétipo: Guilherme de Orange); 2) o mercantilismo (especialmente claro para a cidade de Amsterdã, mas também típico de numerosas cidades, terratenientes e governantes que recebiam os membros de seitas por considerá-los valiosos para o progresso econômico; 3) a ala radical da religião calvinista. A predestinação tornou impossível que o Estado verdadeiramente promovesse a religião por meio da intolerância. Desse modo, ele não poderia salvar uma única alma. Apenas a idéia da glória de Deus dava à Igreja a ocasião de reclamar sua ajuda na supressão da heresia.

* essa supressão também demonstra a alarmante falta de entendimento do hipotético revisor apressado: o sujeito, na oração interpolada, é evidentemente a indiferença humanista do iluminismo, não a origem histórica do pietismo no ocidente. 

além da cópia ilícita e adulterada, tem como entender weber desse jeito?

atualização em 16/2/12 - obs.: estes são apenas alguns exemplos a título ilustrativo, extraídos de um extenso cotejo feito entre as traduções, com outras traduções e com o original. veja aqui.



imagens: http://www.wikipedia.pt/www.npr.org

sobre o escândalo que é esse programa de aquisição de acervos da fbn, ver aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.