17 de set de 2012

pois é

encontro aqui uma noticiazinha de 2009.
Millôr Fernandes processou a TV Globo por plágio da tradução de The Play Boy of the Western World, de John Synge (O prodígio do mundo ocidental, Brasiliense, 1968), segundo ele, "quase impossível de traduzir". A Justiça determinou que a emissora se retratasse em horário nobre. Mas Millôr abriu mão da retratação. Segundo ele, não era sua intenção humilhar o empresário Roberto Marinho, mas apenas conquistar seu direito de indenização pelo plágio, como conseguiu.

Um comentário:

  1. Denise,

    o que chamou atenção, seguindo o link, não foi o pedido de indenização para TV Globo, que me parece correta, mas o caso da Veja Online.

    Um caso interessante pois são textos pré-internet e o patrocínio do Bradesco serve para colocá-los gratuitamente para o público. E como o próprio Millor diz, o valor é pequeno e como ele muito bem sabia não existe nada totalmente de graça, alguém em algum momento paga.

    Se a revista cobrasse acesso a esses arquivos aí sim, creio eu, seria o caso de pagar novamente para os autores. Seria um transtorno e tanto e provavelmente não seria publicado.

    Qual a sua opinião?

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.