14 de jan de 2018

ao farol, uma leitura

saiu na mais recente edição da revista luso-brasileira InComunidade um artigo sobre ao farol, de virginia woolf, a partir de anotações minhas durante a tradução da obra. disponível aqui.






2 comentários:

  1. Anônimo14.1.18

    Boa tade Denise. A pergunta que irei fazer não é sobre Ao Farol, mas uma dúvida que eu tenho em relação aos 6 livros de Martin Claret: estou pensando comprar "As Flores do Mal", "Madame Bovary", "A Abadia de Northanger", "Os Miseráveis", "Humilhados e Ofendidos" e "Memórias da Casa dos Mortos". No site consta que os tradutores são Mario Laranjeira, Herculano Villas-Boas, Roberto Leal Ferreira, Regina Célia de Oliveira, e Oleg Almeida respectivamente. Será que são realmente traduções deles ou é plágio também? Eles são tradutores conceituados? São boas traduções? Você recomenda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. são traduções idôneas, e alguns dos tradutores são bastante conceituados, sim.

      Excluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.