14 de out de 2016

carlos lacerda tradutor


"fez-me um grande bem traduzir esse livro publicado com o pseudônimo de Luís Fontoura em 1936"

encontra-se aqui uma listagem (um tanto improvisada) de traduções feitas por carlos lacerda, que reproduzo abaixo:
1 - "Memórias de Uma esquizofrênica" de Sechehaye
2 - "O Bem Amado" - Peça levada à cena no Rio em 1963 no teatro Santa Rosa quando o tradutor era governador do Estado. Título original: "Come blow your Horn". Autor Neil Simon.
3 - "Como vencer na vida sem fazer força" (How to suceed in Business without Really Trying) - Consoante Foster Dulles esse hit do palco nova-iorquino foi traduzido por Lacerda na noite de 30 para 31 de Março de 1964 para relaxar da tensão decorrente da situação política deteriorada.
4 - "Jefferson” traduzido em parceria com Fernando Tude de Sousa para a editora Nacional (referido em Pedras e Rosas, 9º capítulo)
5 - "O homem transformado pelo homem" de Jean Bernard
6 - "O Herege" de Morris West
7 - "Por que corres Ulysses ? " de Antônio Gala
8 - "Deus existe" de Frossard
9 - "Minha Mocidade" de Winston Churchill, edição 1941 da Editora Norte Sul, Rio de Janeiro
10 - " O Limão" de Mohammed Mrabet - Do original magrebino (árabe do norte da África), traduzido e adaptado para o inglês por Paul Bowles em colaboração com o autor. Tradução para o português e apresentação de Carlos Lacerda, edição Nova Fronteira
11 - "O homem transformado pelo homem" de Jean Bernard.
12 - "Fevereiro sangrento: a revolução de 1934 na Áustria" de Ilya Eherenburg - Prefácio e tradução de Carlos Lacerda
13 - "O homem que fazia milagres" conto de H. Wells
14 - "O dia em que Lincoln morreu" de
15- "Pedro e Lúcia" de Romain Rolland. Tucano da Globo em 1946
16 - Prefácio para a tradução portuguesa do livro de John Kennedy - "Estratégia da Paz" (apud Roberto Campos, "A Lanterna na Popa - Memórias", editora Topbooks, página 818)
17 - "A Vida de Miguel Angelo", editora Leitura 1944, capa de Santa Rosa
18 - "Em Cima da Hora", de Suzanne Labin, tradução, Prefácio e Notas de Carlos Lacerda - editora Record, 1963,
19 -"Oração sobre a Acrópole" de Ernest Renan, transcrita no livro de crônicas - O Cão Negro (1971)
20 - "Caracteres" de La Bruyère ("fez-me um grande bem traduzir esse livro publicado com o pseudônimo de Luís Fontoura em 1936" Cf. Segundo Capítulo de " Rosas e Pedras de meu caminho"
21 - "Júlio César" de Shakespeare - "A vida de Miguel Ângelo" de Romain Rolland
22 - "Do Escambo à Escravidão - Relações Economias de Portugueses e Índios na Colonização do Brasil (1500-1580) - de Alexander Marchant - Tradução e Notas de Carlos Lacerda escritas para a primeira edição em 1943. 2a ed/INL/MEC em 1980 pela Cia. Editora Nacional. Volume 225 da Brasiliana)
23 - Um objetivo nacional para a Espanha" de Manoel Fraga Iribane
24 - "A dança da morte"de Augusto Strindberg
no mesmo site, encontra-se outra listagem, porém igualmente confusa e incompleta:
b) Apêndice 02 - Relação de Livros Traduzidos por Carlos Lacerda
1. "MINHA MOCIDADE" 1941 de Winston Spencer Churchill, Título original "My Early Life A Roving Comission". O prefácio é de 1930. Editora Norte-Sul.
2. "CARACTÈRES" 1936 - De La Bruyère. "Em Rosas e Pedras de Meu Caminho", 2º Capítulo, disse Lacerda: "fez-me um grande bem traduzir esse livro publicado com o pseudônimo de Luiz Fontoura."
3. "A VIDA DE MIGUEL ÂNGELO" 1944 - Romain Rolland. Capa de Santa Rosa. Editora leitura.
4."JÚLIO CÉSAR" William Shakspeare.
5."PEDRO E LÚCIA" de Romain Rolland. Editora Tucano.
6."RÚSSIA DE STALIN PROGRAMA DO REGIME SOVIÉTICO" 1948 - Prefácio e Tradução dos Contos de Lacerda.
7."EM CIMA DA HORA. CONQUISTA SEM GUERRA" 1963 - Suzanne Labin, título original "I'est moins cinq". Prefácio de Carlos Lacerda Editora Record.
8."O BEM AMADO" Neil Simon, título original "Come Blow Your Horn". Peça levada à cena no Rio, em 1963, no Teatro Santa Rosa quando o tradutor era o Governador do Rio de Janeiro.
9."COMO VENCER NA VIDA SEM FAZER FORÇA" 1964, título original "How to suceed in Business without Really Trying". Consoante John Foster Dulles, esse "hit" do palco nova-iorquino foi traduzido por Carlos Lacerda na noite de 30 para 31 de março de 1964 para relaxar a tensão pelos acontecimentos políticos que ameaçavam o Palácio da Guanabara.
10."O LIMÃO" 1969 - Mohammed Mrabet. Adaptado do original magrebino (árabe do norte da África) por Paul Bowles, em colaboração com o autor. Tradução e apresentação por Carlos Lacerda. Editora Nova Fronteira.
11."JEFFERSON" Conforme referência em "Pedras e Rosas do Meu Caminho", Cap. 9º, a tradução foi feita em parceria com Fernando Tude de Souza.
12."O HOMEM TRANSFORMADO PELO HOMEM" Jean Bernard.
13."O HEREGE" - Morris West.
14."PORQUE CORRES ULISSES" Antônio Galla
15."DEUS EXISTE" André Frossard
16."FEVEREIRO SANGRENTO: A REVOLUÇÃO DE 1934 NA ÁUSTRIA" s/d Ilya Eherenburg. Tradução e prefácio. Editora Alba.
17."O HOMEM QUE FAZIA MILAGRES" H. Wells. Conto.
18."O DIA EM QUE LINCOLN MORREU" ou "Esta noite Vou matar Lincoln” de Jim Bishop. Editora Seleções.
19."ESTRATÉGIA DA PAZ" John Kennedy. Apenas o prefácio da tradução portuguesa é de Carlos Lacerda, conforme informação de Roberto Campos em "A Lanterna de Popa - Memórias". Editora Topbooks, pág. 818.
20."MEMÓRIAS DE UMA ESQUIZOFRÊNICA" M. A Sechehaye.
21. "O ESCAMBO E A ESCRAVIDÃO - RELAÇÕES ECONÔMICAS DE PORTUGUESES E ÍNDIOS NA COLONIZAÇÃO DO BRASIL (1500-1580)" Alexandre Marchand. Tradução e notas de Carlos Lacerda para a primeira edição de 1943. Editora Cia. Nacional, volume 225 da Brasiliana em 1980.
22."ORAÇÃO SOBRE A ACRÓPOLE" 1971 Ernest Renan. Transcrita no livro de crônicas "O Cão Negro"
23. "UM OBJETIVO NACIONAL PARA A ESPANHA" Manuel Fraga Iribane.
24. "A DANÇA DA MORTE" Augusto Strimberg.
25. "SUPERSTIÇÃO DA PSICANÁLISE" Pierre Debray-Ritzen. Com a colaboração de Maria Thereza Corrêa de Mello.
26. "O TRIUNFO" - 1968 Romance de John Kenneth Galbraith, título original: "The Triumph", Prefácio e tradução para a língua portuguesa por Carlos Lacerda. Edição Nova Fronteira
27. "Os Estados Unidos de ontem e de hoje", Roy F. Nichols e outros. Tradução de Carlos Lacerda e Fernando Tude de Sousa, Cia Editora Nacional, 1944
28 "Romeu e Julieta" de W. Shakespeare (citado por Antonio Dias Rebello Filho[1], "Carlos Lacerda Meu Amigo", editora Record, 1980, página 22.
29 "FBI de ontem e de hoje" de Don Withead, Biblioteca das Seleções (livro condensado).
30 "Eu sou uma esquizofrênica" - autor anônimo [1] O foi que encontrado sobre "Romeu e Julieta" é um artigo que chamou a atenção do escritor americano John Dos Passos e republicado no "Cão Negro", editora Nova Fronteira.

há também sua tradução de a morte de ivan ilitch (veja-se aqui).

no inventário do fundo carlos lacerda, depositado na biblioteca central da unb, disponível aqui, encontra-se:
Subsérie: Tradução
Notação: PL05
Datas-Limite: 1960-1976
Quantificação: 0,13 metro linear de documentação textual
(aproximadamente, 780 folhas de documentos).
Conteúdo: dossiê contendo correspondências, artigos de recortes de
periódicos (jornais), comentários, declaração de compra de direitos de
tradução, folhetos de divulgação, textos manuscritos e datilografados das
traduções de Júlio César, Willian Shakespeare, Memórias de uma
esquizofrênica, de M. A. Séchehaye, Em cima da hora, de Suzanne Labin,
O limão, de Paul Bowles, Um objetivo nacional para a Espanha, de Manuel
Fraga Iribane, Superstições da Psicanálise, de Pierre Debray-Ritzen, Por
que corres, Ulisses, de Antonio Gala e A dança da morte, de Augusto
Strindberg. A subsérie contém um dossiê sobre a Associação Brasileira
de Tradutores.

2 comentários:

  1. Cara Denise,

    Tens em mente a realização de um levantamento das obras de Dino Buzzati publicadas no Brasil? De qualquer modo, deixo aqui uma sugestão.

    Esse blog é uma preciosidade! Mais uma vez, parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola, mateus: dino buzzati é uma boa ideia!
      obrigada.

      Excluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.