27 de jul de 2016

rachmanova, reissner e romanov no brasil, 1900-1950



Rachmanova, Alia



A fábrica do novo homem (episódios da vida russa soviética). Tradução de Felipa Muniz. 
Porto Alegre: Globo, 1937.



Casamentos na tormenta vermelha (Diário duma senhora russa). Tradução de Felipa Muniz. 
Porto Alegre: Globo, 1940.



Diário duma exilada russa. Tradução de Esther de Viveiros. 
Coleção Nobel. Porto Alegre: Globo, 1939.



Estudantes, amor, Tscheka e morte. Tradução de Felipa Muniz. 
Coleção Nobel. Porto Alegre: Globo, 1936.



Reissner, Larissa


Homens e machinas. Não localizei créditos de tradução. São Paulo: Pax, c. 1930. 



Romanov, Panteleimon (Romanof)



“Trevas”. In: Contos soviéticos. Os novos da Rússia. Tradução de Gabriel Marques. 
Collecção Literatura Moderna. São Paulo: Cultura Brasileira, c.1934. 
Reed. in: Contos soviéticos. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1944.


Ver Bibliografia russa traduzida no Brasil (1900-1950), aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.