26 de jul de 2016

grossman, ilf, ilin e ivanov no brasil, 1900-1950


Grossman, Vassili



Povo imortal. Tradução de Godin Sampaio Vianna. São Paulo: Renascença, 1945.

O povo é imortal. Rio de Janeiro: Vitória, 1945.
Provável retomada da tradução de Godin Sampaio.



Ilf, Ilya; Petrof, Eugen



A aventura das doze cadeiras. Tradução de Milton Tavares. Rio de Janeiro: Vitória, 1944.



Ilin, Mikhail (pseud. de Ilia Iakovlevich Marshak)


Preto no branco. A história do livro e da iluminação. Tradução de Josué Almeida. 
Rio de Janeiro: Vitória, 1944.



Ivanov, Vsevolod (Ivanof, Wsievolof)



“A criança”. In: Os russos: antigos e modernos. Tradução de Dalcídio Jurandir. 
Coleção Contos do Mundo. Rio de Janeiro: Leitura, 1944.



“O menino”. In: Contos soviéticos. Os novos da Rússia. Tradução de Gabriel Marques. 
Collecção Literatura Moderna. São Paulo: Cultura Brasileira, c.1934. 
Reed. in: Contos soviéticos. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1944.



O trem blindado 14-69. Tradução de Jorge Amado 
[na verdade, ele apenas emprestou seu nome para as traduções dessa coleção].
Coleção Ontem e Hoje, vol. 11. São Paulo: Brasiliense, 1945.


Ver Bibliografia russa traduzida no Brasil (1900-1950), aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.