24 de jul de 2016

bashkirtseva, berkovitch, berzin, bierdiáiev e bukhov no brasil, 1900-1950


Bashkirtseva, Maria Konstantinova (Marie, Bashkirtseff)



Diário. Trad. Gilda Marinho. Coleção Nobel. Porto Alegre Globo, 1943.



Berkovitch, Itzoc-Dob



“Sob a ameaça do Pogrom”. In: Os mais belos contos russos dos mais famosos autores.
2ª. série. Trad. Gilberto Galvão. Rio de Janeiro: Vecchi, 1945.



Berzin, Julij S. (Julio)


100% de amor, especulação e volupia (amor e especulação no paiz dos soviets). 
Trad. Zoran Ninitch. Rio de Janeiro: Marisa, c.1934.



Bierdiáiev, Nikolai (Berdiaeff, Nicoláu)


O espírito de Dostoievski. Trad. Otto Schneider. Rio de Janeiro: Panamericana, c.1944.



Uma nova Idade Média. Trad. Tasso da Silveira. Rio de Janeiro: José Olympio, 1936.



Bukhov, Arkadi S. (Bourkhov)



“Fazer a côrte”. In: Os mais belos contos russos dos mais famosos autores. 2ª. série.
Trad. J. da Cunha Borges. Rio de Janeiro: Vecchi, 1945.



“O fim de Sherlock Holmes”. In: Contos soviéticos. Trad. Luiz Alípio de Barros. 
Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1944.


“Regras de conduta para uso alheio”. In: Os mais belos contos russos dos mais famosos
autores. 1ª. Série. Trad. Frederico dos Reys Coutinho. Rio de Janeiro: Vecchi, 1944.


Ver Bibliografia russa traduzida no Brasil (1900-1950), aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.