24 de jul de 2016

bábel no brasil, 1900-1950


Bábel, Isaac


Cavalaria vermelha. Tradução de Jorge Amado.  Coleção Ontem e Hoje, vol. 16. 
São Paulo: Brasiliense, 1945. [Na verdade, Jorge Amado apenas emprestava
seu nome como tradutor dos títulos dessa coleção. Não se conhece o verdadeiro tradutor.]



“Depois da luta”. In: Contos soviéticos. Os novos da Rússia. Tradução de Gabriel Marques. Collecção Literatura Moderna. São Paulo: Cultura Brasileira, c.1934. 
Reed. in: Contos soviéticos. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1944.



“O despertar”. In: Os russos: antigos e modernos. Tradução de Moacir Werneck de Castro. 
Coleção Contos do Mundo. Rio de Janeiro: Leitura, 1944.



“Rabi”. In: Os colossos do conto da velha e da nova Rússia
Tradução de Frederico dos Reys Coutinho. Rio de Janeiro: Mundo Latino, 1944.


Ver Bibliografia russa traduzida no Brasil (1900-1950), aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.