5 de jun de 2016

katherine mansfield no brasil



Um dado interessante é que a neozelandesa Katherine Mansfield (1888-1923) chega ao Brasil pelas mãos de Érico Veríssimo, que a escolheu para integrar o lançamento do primeiro número d' A Novela, a revista literária da Livraria Globo. Aliás, A Novela publicou seis contos da autora em sua breve carreira de quinze números publicados entre 1936 e 1938.
  • “A lição de música”, A Novela 1. Livraria do Globo, 1936. Trad. Érico Veríssimo.
  • “Seis pence”, A Novela. Livraria do Globo, 1937. Sem crédito de tradução.
  • “O dia de Mr. Peacock”, A Novela. Livraria do Globo, 1937. Trad. Érico Veríssimo.
  • “A jovem governanta”, A Novela, 25. Livraria do Globo, 1938. Trad. Érico Veríssimo.
  • “Psicologia”, Revista do Globo. Livraria do Globo, 1939. Trad. Érico Veríssimo.
  • “Seu Primeiro Baile”, Revista do Globo. Livraria do Globo, 1939. Trad. Érico Veríssimo.
E Felicidade, o primeiro lançamento de Mansfield em livro no Brasil, sai em tradução de Veríssimo em 1940, enfeixando os contos já publicados e os demais que, num total de catorze, compõem o original Bliss and other stories (1920):



A seguir apresento o que temos de Mansfield no Brasil em formato livro, até onde consegui localizar - e note-se que, após a publicação de Felicidade em 1940, hão de transcorrer 44 anos para surgir outro lançamento! 
  • Felicidade. Contém: Felicidade, O dia de Mr. Reginald Peacock; A evasão; Nuvem de primavera; Psicologia; Je ne parle pas Français; Feuille d'album; A jovem governanta; Seu primeiro baile; A lição de canto; O vento sopra; Sol e Lua;. Revelações; Prelúdio. Livraria do Globo, 1940. Trad. Érico Veríssimo. “Lição de canto” reed. em As obras-primas do conto universal, sexto volume da coleção "A Marcha do Espírito", Livraria Martins, 1942. Volume integral reed. Nova Fronteira, 1992.
  • Aula de Canto. Contém: Aula de canto; Infinita felicidade; Feuille d’album; Miss Brill; Meio infantil, mas muito natural; O dia de Reginald Peacock; Filmes; O intruso; A mosca; A casa de bonecas; A festa no jardim. Global, Coleção Histórias Inesquecíveis, 1984. Trad. Edla Van Steen e Eduardo Brandão.
  • Algumas cartas e trechos do diário. Noa-Noa, 1988. Trad. Rosaura Eichenberg.
  • Felicidade e outros contos. Contém: Felicidade; Psicologia; Um dia de Reginald Peacock; A pequena governanta; As filhas do falecido coronel; Marriage à la mode; Um canto infantil, mas muito natural; O canário. Revan, 1991. Trad. Julieta Cupertino.
  • A festa e outros contos. Contém: A festa; Uma xícara de chá; O desconhecido; A vida de Mãe Parker; Srta. Brill; Prelúdio. Revan, 1993. Trad. Julieta Cupertino.
  • A festa ao ar livre e outras histórias. Ediouro, 1993. Trad. Luiza Lobo.
  • As filhas do falecido coronel e outras histórias. Contém: Felicidade; A festa ao ar livre; As filhas do falecido coronel; O estranho. Ediouro, 1993. Trad. Luiza Lobo e Maura Sardinha.
  • Je ne parle pas français e outros contos. Revan, 1994. Trad. Julieta Cupertino.
  • Diário e cartas. Revan, 1996. Trad. Julieta Cupertino.
  • Cinco contos. Contém: Senhorita Brill; Tomada de hábito; A vida de Mãe Parker; A fuga; Je ne parle pas français. Paz e Terra, Coleção Leitura, 1997.
  • Numa pensão alemã. Contém: Alemães à mesa; O barão; A irmã da baronesa; A mulher moderna; A mulher culta; A criança-que-estava-cansada; Um nascimento; Uma labareda; O balanço do pêndulo; No bar e café Lehmann’s; Frau Brechenmacher vai a um casamento e mais dois contos que não identifiquei. Revan, 1998. Trad. Julieta Cupertino.
  • Aula de canto e outros contos. Contém: Feuille d´album; A mulher do armazém; Uma aventura verídica; Bains Turcs; Aula de Canto; A casa errada; Revelações; Cravo; Como Pearl Button foi sequestrada; Um conto de fadas suburbano; Feriado; A fuga; A gangorra; Uma família ideal; Millie; Tarde da noite; Ole Underwood; Pension Séguin; Um pepino em conserva; Luft Bad; O boné preto; Entrando para o convento; O cansaço de Rosabel; Seis pence; Sol e Lua; Uma viagem imprudente; O vento sopra; Quadros de primavera, Vestidos novos; Violet. Revan, 1999. Trad. Julieta Cupertino.
  • “Êxtase” em Crítica e tradução. Ática/IMS, 1999. Trad. Ana Cristina César.
  • Contos. Contém: Alemães comendo; A pequena governanta; Uma viagem indiscreta; Je ne parle pas français; Srta. Brill; Prelúdio; Na Baía; A casa das bonecas; Marriage à la mode; Conto de homem casado; As filhas do falecido coronel; A mosca. Cosacnaify, Coleção Mulheres Modernistas, 2005. Trad. Carlos Eugênio Marcondes de Moura e Alexandre Barbosa de Souza.
  • "Seis pence" em Já não somos mais crianças. Ática, Coleção Para Gostar de Ler, 37, 2006.
  • "Estado de graça" em Contos de amor e desamor. Agir, 2010. Trad. Celina Portocarrero.
  • Os melhores contos de Katherine Mansfield. Contém: "Euforia", "Psicologia", "A aula de canto", "A vida da Mã Parker", "O desconhecido", "A festa ao ar livre", "A casa de boneca", "A mosca", "O canário". L&PM, 2016. Trad. Denise Bottmann.

Quanto a adaptações, temos os lançamentos da Rideel em sua coleção Aventuras Grandiosas, feitas por Ana Carolina Vieira Rodrigues: A festa ao ar livre (2003); As filhas do falecido coronel (2006); Felicidade e O estranho (2007); Sol e Lua / A viagem (2008).


4 comentários:

  1. A Martin Claret acabou de lançar (ontem, 6/6/16) uma tradução de "A festa ao ar livre e outras histórias", você viu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, sil, não tinha visto não, obrigada!

      Excluir
    2. Anônimo20.6.16

      Mas o livro A festa ao ar livre e outras histórias, lançado pela Ediouro em 1993 era a obra integral? Pois no Facebook da Martin Claret é anunciado como "todos os contos da edição, publicados no Brasil integralmente pela primeira vez".

      Excluir
    3. mansfield escreveu ao todo mais de 40 contos. the garden-party and other stories (1922) tem quinze contos. não sei qual é o conteúdo da edição da martin claret.

      Excluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.