19 de nov de 2014

recomendação

muito legal, muito útil e bem feito o blog e.m. forster brasil, aqui. traz, entre outras coisas, um levantamento das traduções de forster entre nós. para fãs, pesquisadores e curiosos.

8 comentários:

  1. Muito obrigado pelos elogios e apoio, Denise. Respondi seus comentários lá no blog. Abraço e parabéns pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo8.12.14

    Um excelente site.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo22.12.14

    Seu blog é sensacional! Posso fazer uma sugestão? Já encontrei algumas postagens aqui sobre erros de tradução, mas nenhuma que aborde erros de julgamento de traduções. Vou citar um exemplo para explicar melhor o que quero dizer: nas páginas iniciais do livro "Expressões necessárias para falar inglês" o autor Cris Souza aponta um aparente deslize na tradução do livro "O Universo numa Casca de Noz", do físico Stephen Hawking:

    "No que diz respeito à consulta extraescolar, o livro foi feito na esperança de que muitas expectativas e necessidades dos tradutores que trabalham com as duas línguas sejam satisfeitas, pois as dificuldades idiomáticas, bem como as expressões e locuções perigosas e escorregadias, representam testes difíceis para os tradutores iniciantes, Por exemplo, The Universe in a Nutshell, livro do famoso físico britânico Stephen Hawking, de Cambridge, foi recentemente traduzido, no Brasil, por ‘O Universo Numa Casca de Noz’. O curioso é que o livro se tornou um best seller!"

    O autor fez um julgamento equivocado da tradução. O título original é um trocadilho intraduzível, só entende quem leu o livro, coisa que aparentemente o Sr. Cris não fez.

    Abraço!
    Sebastião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo19.11.16

      De acordo, Sebastião, com a palavra "trocadilho": trata-se de um "jogo de palavras" ou "dito ambíguo".

      Portanto, uma melhor escolha teria sido: "O universo explicado de forma simples".

      Obrigado,

      Cris Souza



      Excluir
  4. Seu blog é muito bom!!
    Estou querendo comprar o livro "Sherlock Holmes: volume II: contos" mas a editora é a Martin Claret. Ela divulgou que os tradutores são Casemiro Linarth, Alda Porto e Marcos Santarrita. Você acha que há alguma chance de as traduções não serem boas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. breno, esses três tradutores são legítimos. não conheço a qualidade das traduções, mas certamente não são espúrias.

      Excluir
  5. Ola, Denise! Tudo bem?

    Apesar dos defeitos das traducoes de Nietzsche publicadas pela Martin Claret, eh possivel compreender e entender bem o pensamento do filosofo? Por que?

    ResponderExcluir
  6. Ola, Denise! Tudo bem?

    Apesar dos defeitos das traducoes de Nietzsche publicadas pela Martin Claret, eh possivel compreender e entender bem o pensamento do filosofo? Por que?

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.