25 de mai de 2014

elias davidovich II

segue uma listagem (incompleta) das traduções de elias davidovich, disponível na wiki, aqui (fiz alguns acréscimos entre colchetes, assinalando db):


Traduções[editar | editar código-fonte]

  • Afrodite (Aphrodite), de Pierre Louÿs, Ediouro, 1991. [na verdade, sai com o título aphrodite em 1931, pela editora americana - db]
  • Uma Vida, Guy de Maupassant, Coleção Clássicos de Bolso, Ediouro Publicações. idem, americana, 1931 - db]
  • Fernão de Magalhães: história da primeira circumnavegação, Stefan Zweig. Editora Guanabara, 1938/ Editora Delta, 1956 (Obras completas de Stefan Zweig, volume 11, tomo XI)
  • Freud e Tolstoi, Stefan Zweig. Editora Guanabara Koogan, 1935.
  • Obras completas de Sigmund Freud, Editora Delta.
  • Galeria Delta de Pintura Universal, Marco Valsecchi (diretor). Rio de Janeiro: Editora Delta, 1974,
  • August Forel: Memórias. Biografia. Porto Alegre: Globo, 1985.
  • Rudin (Rudin), Ivan Turgueniev [Flores e Mano, 1932 - db]
  • A Luta pela paz, Golda Meir. Editora Delta, 1965.
  • Manon, Abade Prévost. Rio: Coleção Benjamim Costallat, 1934. [1933]
  • Três paixões, Stefan Zweig; tradução de Odilon Gallotti & Elias Davidovich. Porto: Livraria Civilização. Editora Delta (Obras completas de Stefan Zweig, volume 5, tomo XVI) [Guanabara, 1942, db]
  • Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski. Trad. revista por Elias Davidovich. Rio de Janeiro, Guanabara, 1936.
  • Ensaio sobre o burguês, de Fiódor Dostoiévski. Rio de Janeiro, Pongetti, s/d.
  • Os pobres diabos, de Fiódor Dostoievski. Rio de Janeiro, Flores e Mano, 1932.*
  • O tyrano, de Fiódor Dostoiévski. Ed. Americana (Calvino Filho), 1933. Reeditado como "O Vilarejo". São Paulo: Global Editora, 1984, Coleção Magias.
  • Caleidoscópio, Stefan Zweig. Editora Delta (Obras completas de Stefan Zweig, volume 6, tomo VI)
  • O Momento Supremo, Stefan Zweig. (Trad. de Medeiros e Albuquerque, Odilon Gallotti e Elias Davidovich). Editora Delta (Obras completas de Stefan Zweig, volume 13, tomo XIII)
  • Jeremias, Stefan Zweig. Editora Delta (Obras completas de Stefan Zweig, volume 16, tomo XX)
  • O Talmud essencial, Adin Steinsaltz, Editora A. Koogan, 1989
  • Os Vegetarianos do Amor (I vegetariani dell'amore), Dino Segri Pitigrilli. Rio de Janeiro: Arturo Vecchi & Freitas Bastos, 1932.
  • A casa de Rothschild, Egon Conte Corti. Rio de Janeiro: Editôra Vecchi, 1948, Coleção Vidas Extraordinárias.
  • Ultraje ao pudor (Oltraggio al pudore), Dino Segri Pitigrilli. Rio de Janeiro: Arturo Vecchi & Freitas Bastos, 1930.
  • Ofício de marido (Il mestiere di marito), Lúcio D’Ambra. Rio de Janeiro: Editora Vecchi, 1939. Coleção Romances, trilogia “Os Romances da Vida a Dois”, nº 1.
  • Profissão de Esposa (La professione di moglie), Lúcio D’Ambra. Rio de Janeiro: Editora Vecchi, 1940. Coleção Romances, trilogia “Os Romances da Vida a Dois”, nº 2.
  • Accuso! (J’accuse), Emile Zola. Calvino Filho, editor. 1934.
  • Casamento Secreto, Dyvonne, Editora Americana, 1930, Coleção Biblioteca Feminina.
  • A Sarracena (La Sarrasine), de Germaine Acremant, volume 161 da Coleção Biblioteca das Moças, da Companhia Editora Nacional. Apenas uma edição, em 1956 .
  • Diagnóstico fisico (Physical diagnosis), Richard Clarke Cabot & F. Denette Adams. Guanabara, 1943.
  • Penicilinoterapia (Penicillin therapy), John Albert Kolmer. Gertum Carneiro, 1945. Pref. Raymundo Moniz de Aragio.
  • Novas confissões de um médico de senhoras (The bond between us; the third component), Frederic Morris Loomis. Editora Globo, 1944.
  • Minha vida e meus amores (My life and loves), Frank Harris. Meridiano, 1943.
  • Duplo assassinato na Rua Morgue, Edgar Allan Poe. Guanabara, s.d.
* aqui é dada como tradução feita diretamente do russo, mas duvido. ele mesmo declarava desconhecer o russo.

acrescentem-se :
a luta contra o câncer, de enrico giupponi, pela vecchi, 1941
roudine, de tourgueneff, pela vecchi e freitas bastos, 1932
werther, de goethe, collecção bejamin costallat, 1932
a gondola das chimeras, maurice dekobra, vecchi e freitas bastos, 1933
a machina de ler pensamentos, de andré maurois, pela vecchi, 1939
o amor, de michelet, pela j. leite, 1932
o principe, de nicholas [sic] machiavel, calvino filho, 1933
os grandes problemas da medicina contemporânea, de pasteur valéry-radot, pela vecchi, 1937
alberta, de pierre benoit, pela vecchi, 1938
o traumatismo do nascimento, de otto rank, pela livraria marisa, 1934
graphologia, de crépieux-jarmin, pela flores e mano, 1936
a visão do propheta (Jeremias). guanabara, s/d


a título de curiosidade, uma resenha bastante negativa de mário de andrade sobre um livro de contos escritos por davidovich, uns homens que eram deuses, de 1939, aqui


veja também um interessantíssimo depoimento de elias davidovich aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.