27 de set de 2013

literatura tcheca traduzida no brasil

indicação de rodrigo conçole (bastante incompleta a lista; acho que vale a pena colaborar):




Títulos da literatura tcheca traduzidos para português e publicados no Brasil


autores e títuloseditoras
Božena Němcová
  • A Avó - Lembranças de uma Vida de Menina (Babička, 1855) 
  • [NEMCOVA, Bozena , 1820-1862 — A avó [Babick ] romance ; trad . de Ruth Salles; pref. de Antonio Houaiss. Rio de Janeiro, O Cruzeiro, 1958. 325 p . ilus. (Coleção Romances eternos, 2) - DB]

Edições de Ouro, ???
Bohumil Hrabal
  • Eu Servi o Rei da Inglaterra (Obsluhoval jsem anglického krále, 1971)

Nova Cultural, 1971, 1989; Caminho, 1990; BEST SELLER, 1988, 2000; Companhia das Letras, 2002
  • Comboios Rigorosamente Vigiados (Ostře sledované vlaky, 1964)
Caminho, 1990
  • Um Artista da Fome e A Construção  (Ein Hungerkünstler, 1922, em tcheco Umělec v hladovění)

Companhia das Letras, 1998
  • Castelo (Das Schloß, 1922, em tcheco Zámek)
Companhia das Letras, 2000; Companhia das Letras (edição de Bolso), 2008; Nova Cultural, 2003; Martin Claret, 2006
  • Carta ao Pai (Brief an den Vater, 1918, em tcheco Dopis otci)
Companhia das Letras, 1997
  • Contemplação(Betrachtung, 1913, em tcheco Rozjímání)
Brasiliense, 1991, 1994; Companhia das Letras, 1999, 2008
  • Diário Íntimo(Jeho soukromý deník, 1902 – 1924)
Nova Crítica, 1964; Nova Época Editorial
  • Foguista (Der Heizer, 1913 em tcheco Topič)
Companhia das Letras, 1999
  • Um Médico Rural(Ein Landarzt, 1918, em tcheco Venkovský lékař)
Companhia das Letras, 1999
  • A Metamorfose (Die Verwandlung, 1915, em tcheco Proměna)
Companhia das Letras, 1997
  • Narrativas do Espólio(???, 1914-1924)
Companhia das Letras, 2002
  • Processo (Der Prozeß, 1914 – 1915, em tcheco Proces)
Companhia das Letras,1997;Companhia das Letras (edição de Bolso), 2005
  • Sonhos (???)
  • Veredicto / Na Colônia Penal (Das Urteil, 1913, em tcheco Ortel)
Companhia das Letras, 1998
Gustav Janouch
  • Conversas com Kafka (???)

Novo Século, ???; Nova Fronteira, 1983
textotexto
Ivan Klíma
  • Nem Santos Nem Anjos (Ani svatí, ani andělé, 1999)

Record, 2006
  • Amor e Lixo(Láska a smetí, 1987) – também como Amor e Desencanto
Bertrand Brasil, 1991; Record, 1993; Bestbolso, 2007
Jan Amos Komenský
  • Didática Magna (Didactica magna em latim, em tcheco Velká didaktika)

Martins Fontes, 1997, 2006;
Jaroslav Hašek
  • Aventuras do Bravo Soldado Schveik (Osudy dobrého vojáka Švejka za světové války 1921–1923)

Civilização Brasileira, 1967
  • O Valente Soldado Schveik ou também como O Bravo Soldado Schweik
Teatro Carioca de Arte, 1967
Jiří Hájek
  • Antologia de Contos Tchecoslovacos
Jiří Pražák, Dušan Hamsík
  • Atentado Contra Heydrich (Bomba pro Heydricha, ???)

Civilização Brasileira, 1967
Josef Bor
  • Requiem em Terezin (Terezínské rekviem, 1963)

Publicações Europa-america, 1963; Brasil América, 1987
Josef Hromádka
  • Para Que Eu Vivo? (???)
Paz e Terra, 1971
Josef Nesvadba
  • O Cérebro de Einstein (Einsteinův mozek, 1960)

Biblioteca Universal Popular, 1967
Josef Škvorecký
  • Dois Assassinatos em Minha Vida Dupla (Dvě vraždy v mém dvojím životě,1996)]

Record, 2002
  • A República das Putas (???)
Record, 1999
  • O Saxofone Baixo(Bassaxofon, 1967)
Record, 1980, 1999
  • O Engenheiro das Almas (Příběh inženýra lidských duší 1977)
Record, 2002, 2003
  • A História do Saxofonista (Povídky tenorsaxofonisty, 1954 – 1955)
Imago, 1998
  • Histórias Apócrifas (Kniha apokryfů, 1932)

Editora 34, 1994, 2009
  • A Guerra das Salamandras (Válka s mloky, 1936)
Brasiliense, 1988
resenha
  • Dachenca: A História de Uma Cachoeirinha (Dášenka čili život štěněte, 1933)
Veradas, 2003, 2007
  • A Doença Branca (Bílá nemoc, 1937)
Z. Valverde, 1942
Karel Havlíček Borovský
  • La Bapto de Caro Vladimir - em esperanto (O Batismo de São Vladimir) (Křest Svatého Vladimíra, 1855)

J. Rugulo-eldonisto-la Laguna, 1953
Karel Kosík
  • Dialética do Concreto (Dialektika konkrétního, 1963)
Ludvík Vaculík
  • As Cobaias (Morčata, 1970), editora: Imago, 1977

Imago, 1977
Max Brod
  • Kafka (Franz Kafka, eine Biographie, 1937, em tcheco Franz Kafka: Životopis)
  • A Arte do Romance (Umění románu,1986)
  • A Brincadeira (Žert, 1965)
Companhia das Letras (1999)Editora Nova Fronteira, 1986
  • A Cortina (Opona,2005)
Companhia das Letras (2006)
  • A Insustentável Leveza do Ser (Nesnesitelná lehkost bytí, 1984)
Record / Altaya, 1983; Editora Nova Fronteira, 1985; Círculo do Livro, 1988
  • A Lentidão(La Lenteur, Pomalost, 1993)
Editora Nova Fronteira, 1995
  • A Valsa dos Adeuses(Valčík na rozloučenou, 1972)
Nova Fronteira, 1989
  • A Vida Está em Outro Lugar (Život je jinde, 1973)
Círculo do Livro, 1973, 1995
  • Ignorância (Nevědomost,2000)
Companhia das Letras, 2002
  • O Livro do Riso e do Esquecido (Kniha smíchu a zapomnění, 1978)
Círculo do Livro, 1978
  • Risíveis Amores (Směšné lásky, 1970)
Editora Nova Fronteira, 1985, 1986
  • A Identidade (Totožnost,1998)
Companhia das Letras, 1998
  • A Imortalidade (Nesmrtelnost, 1987-1988)
Circulo do Livro, ???
  • Jacques e Seu Amo(Jakub a jeho pán: Pocta Denisu Diderotovi, 1971)
Nova Fronteira, 1988
  • Os Testamentos Traidos (Zrazené testamenty, 1992)
Nova Fronteira, 1994
Pavel Tigrid
  • A Primavera de Praga (???)

Laudes, 1968; Bibliex, 1968; Biblioteca do Exército, 1970
Rudolf Ströbinger
  • A - 54 - o Espião das 3 Faces (???)

Civilização Brasileira, 1967
Václav Havel
  • Cartas a Olga(Dopisy Olze, 1983)

Estação Liberdade, 1992
  • Audiência, Vernissage e Petição (Audience, 1975, Vernisáž, 1975, Protest, 1978)
Relógio D´água, 2000
  • A Entrevista a Distância (Dálkový výslech – Rozhovor s Karlem Hvížďalou, 1986)
Siciliano, 1991
  • Ensaios Políticos
Bertrand Brasil, ???
Vladimír Škutina
  • No Castelo Cheio de Malucos (Prezidentův vězeň na hradě plném bláznů, ???)

Litteris, 1995

fonte: aqui

12 comentários:

  1. Daniel Dago28.9.13

    Acréscimos:

    Bohumil Hrabal, “Uma solidão ruidosa”, Companhia das Letras, 2010.

    Karel Čapek, “Guerra das Salamandras”, Record, 2010.

    Karel Čapek, “A fábrica de robôs”, Hedra, 2011.

    Jan Neruda, “Malá Strana - Vestígios de Praga”, Record, 2011.

    Jaroslav Hašek, “Entrevista com o senhor censor”, conto presente em "Arte e letra: estórias u", Arte e Letra, 2013.

    Jan Skácel, “Os mortos”, poema presente em “Babel de poemas – uma antologia multilíngüe” (Org.) Carlos Freire, L&PM, 2004.

    Jaroslav Seifert, poemas presentes em "Céu Vazio, 63 poetas eslavos", (org.) Aleksandr Jovanovic, Hucitec, 1996

    Há mais poetas nessa última antologia, mas o livro não está aqui na minha casa, então não tenho como ver.

    Abraços,
    Daniel Dago

    ResponderExcluir
  2. oi, Denise! mais infos: esse título do Hrabal que o Daniel informou, Uma solidão ruidosa, se chama originalmente Příliš hlučná samota [1976], e foi traduzida da versão inglesa por Bruno Gomide. um abraço, Fábio

    ResponderExcluir
  3. mariana28.9.13

    impressão de que o franz werfel já ganhou algumas traduções por aqui, não? ah: o rilke conta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa questão, mariana. deveria, não?

      Excluir
    2. sim, mariana, de werfel tem pelo menos uma meia-dúzia

      Excluir
  4. mariana28.9.13

    O paraizo norte-americano / Egon Erwin Kisch ; tradução de Galeão Coutinho e Leonor de Aguiar. São Paulo : Liv. Cultura Brasileira , 1933. (Paradies Amerika, 1930)

    ResponderExcluir
  5. para outras traduções de kafka, ver aqui: http://naogostodeplagio.blogspot.com.br/search/label/pesquisa%20kafka

    penso em enviar o link desta postagem para lá, com as várias contribuições, para poderem complementar.

    ResponderExcluir
  6. para o pessoal do consulado, sugiro consultar o acervo da fbn e também da estante virtual. para werfel, p.ex., veja-se: http://www.estantevirtual.com.br/mod_perl/busca.cgi?pchave=%2Bfranz%20%2Bwerfel&alvo=autor&showptit=1&inicio=1&orderby=livros_antigos&fvend=&fperf=&fpric=&fest=&fano=&fcid=&bestante=&bvendor=&refinar=0&memoria_queries=autor%201v1%20%2Bfranz%20%2Bwerfel&just_remodeling=1&fdesconto_frete=&ffrete_gratis=&paginar=40&fadded=

    ResponderExcluir
  7. Anônimo30.9.13

    Denise, parabéns pelo seu dia. Respeito e admiro seu trabalho (como tradutora e neste site). Desejo-lhe cada vez mais sucesso. João Marcelo

    ResponderExcluir
  8. que gentil, joão marcelo, muito obrigada. e igualmente a você!

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, Denise!
    Li sobre você agora na Rita e decidi perguntar algo que me atormenta ha anos. Uma vez, assistindo ao Programa do Jô, ouvi ele dizendo que a tradução do titulo de The Catcher in the Rye para o português havia sido completamente errada. Não me lembro o porquê e gostaria muito de saber. Por acaso você sabe? Obrigada

    ResponderExcluir
  10. olá, K. não, o comentário de jô soares não procede: leia aqui o luminoso artigo de jorio dauster a esse respeito, "de que vale um titulo": http://naogostodeplagio.blogspot.com.br/2010/01/jorio-dauster-o-apanhador.html

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.