19 de nov de 2012

teimosia

quanto à utopia de thomas morus, fiz um cotejo mostrando a tradução espúria publicada pela rideel - e já tirada de circulação - aqui. nunca cheguei a cotejar a pretensa tradução que saiu pela martin claret em nome de pietro nassetti, pois esse nome em si já me parecia suficiente para não confiar muito nela. a edição da claret começou a ser lançada em 2000, com reedições em 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008.


Autor:More, Thomas,clique aqui para ver as obras deste autor no Catálogo de Autoridades de Nomes Sir, Santo, 1478-1535.
Título original:[De optimo publicae statu deque nova insula utopia. Português]
Título / Barra de autoria:A utopia / Thomas More ; tradução: Pietro Nasseti. -
Imprenta:São Paulo : M. Claret, 2005. 
Descrição física:127p. ; 19cm. -
Série:(A obra-prima de cada autor ; 40)
Notas:Tradução de: De optimo publicae statu deque nova insula utopia.
ISBN:8572323651 (broch.)
Assuntos:Utopias.clique aqui para ver as obras sob este assunto no Catálogo de Autoridades de Assuntos 
Classificação Dewey:
Edição:
335.02
22 
Indicação do Catálogo:VI-411,5,41 
Registro Patrimonial:1.134.945 DL 24/02/2006

hoje ana cláudia informa em comentário aqui:
Estou aqui com duas edições da Utopia publicadas pela Martin Claret. A primeira é de 2004. Na primeira página está escrito "Tradução: Pietro Nassetti". Na segunda, de 2008, lemos "Tradução e notas: Maria Isabel Gonçalves Tomás". Acontece que a primeira edição reproduz ipsis litteris o texto da tradução de Maria Isabel Gonçalves Tomás, cuja tradução da Utopia foi publicada pela portuguesa Publicações Europa-América... Ironia: as duas edições da Martin Claret trazem aquele selinho da ABDR, na mesma página em que a gente lê o nome do tradutor: "Respeite o direito autoral. Cópia não autorizada é crime." 
 a informação de ana cláudia é preciosa. não sei se a claret chegou a licenciar a tradução legítima junto à europa-américa ou apenas passou a reproduzi-la a partir de 2008 sem maiores pudores - o que sei é que, em pleno 2012, a editora inscreveu a tradução espúria em nome de pietro nassetti no programa nacional do livro de baixo preço, destinado a abastecer 2.700 bibliotecas públicas de norte a sul do país. veja aqui.

2 comentários:

  1. Deveriam fazer o prêmio da picaretagem editorial... Certas casas editoriais ganhariam sempre...

    ResponderExcluir
  2. haha! vai ver que nem fazem pois iam ganhar sempre os mesmos!

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.