18 de nov de 2012

somerset maugham no brasil

por falar em somerset maugham, aproveito e completo os dados do minilevantamento que apresentei a propósito de outra questão (ver aqui).

a obra de william somerset maugham (1874-1965), autor britânico muito prolífico, conheceu enorme sucesso na primeira metade do século passado. chegou ao brasil pela livraria do globo, creio que pela primeira vez em 1937, e teve quase trinta livros publicados pela editora, até 1964. saíram algumas poucas coisas em outras editoras, e algumas raras retraduções. a obra de maugham no brasil realmente se concentra na globo, tendo leonel vallandro como seu principal tradutor. após o último lançamento da globo em 1964, praticamente se encerra a publicação de qualquer outra coisa de maugham inédita entre nós. o que se mantém é a incansável reedição de seus principais sucessos, até a data de hoje. 

eis o que localizei de maugham entre nós. salvo outra indicação, as obras abaixo saíram pela livraria do globo (depois editora globo):

imagem por gentileza de raquel sallaberry brião

  • 1937, "o degenerado", a novela n. 10, tradução de leonel vallandro
  • 1937, "mackintosh", a novela n. 11, tradução de leonel vallandro
  • 1937, "honolulu", a novela n. 13, tradução de leonel vallandro
  • 1937, "o pacífico", a novela n. 14, tradução de leonel vallandro
  • 1937, histórias dos mares do sul, tradução de leonel vallandro
  • 1938, um drama na malásia, tradução de theodomiro tostes 
  • 1939, servidão humana, tradução de antônio barata 
  • 1940, o véu pintado, pela civilização brasileira, tradução de yolanda silveira martins
  • 1941, férias de nataltradução de leonel vallandro
  • 1941, o agente britânico, tradução de vidal de oliveira
  • 1941, um gosto e seis vinténs, tradução de gustavo nonnenberg; 
  • 1941, "o homem que contemplava a natureza", pel'a noite 
  • 1942, um casamento em florença, tradução de leonel vallandro
  • 1942, a carta, pela meridiano, tradução de hamílcar de garcia 
  • 1943, o véu pintado, tradução de hamílcar de garcia
  • 1943, o destino de um homem, tradução de moacyr werneck de castro
  • 1943, a hora antes do amanhecer, tradução de moacyr werneck de castro
  • 1943, a garota de lambeth, pela vecchi, tradução de edison cordeiro
  • 1943, meu diário de guerra, pela epasa, tradução de fernando tude de souza
  • 1944, ah king, tradução de leonel vallandro
  • 1944, "o sabe-tudo", os ingleses: antigos e modernos, tradução de tati de melo moraes, pela editora leitura
  • 1945, o fio da navalha, tradução de ligia junqueira smith:
  • 1947, a outra comédia, tradução de genolino amado 
  • 1948, maquiavel e a dama, tradução de erico veríssimo
  • 1950, catalina, tradução de leonel vallandro
  • 1950, biombo chinês, tradução de mário quintana
  • 1951, confissões,  tradução de mário quintana
  • 1951, seis novelas, tradução de leonel vallandro
  • 1951,  a casuarina, tradução de leonel vallandro
  • 1952, a indomável, tradução de leonel vallandro
  • 1954, cavalheiro de salão,  tradução de mário quintana
  • 1954, 29 histórias, tradução de juvenal jacinto e gilberto miranda (sobre o fictício gilberto miranda, ver "o caso dos 'nomes de conveniência'", aqui
  • 1956, o pecado de liza, tradução de leonel vallandro
  • 1956, as três mulheres de antibes, tradução de leonel vallandro e octavio mendes cajado
  • 1958, dom fernando, tradução de homero de castro jardim
  • 1959, assunto pessoal, tradução de leonel vallandro
  • 1961, uma história de amor, tradução de armando s. pires 
  • 1962, o mágico, tradução de leonel vallandro
  • 1962, obra escolhida em dois volumes, seleção de oscar mendes, pela josé aguilar - o único texto até então inédito entre nós é mrs. craddock, tradução de armando s. pires; os demais são traduções licenciadas da globo
  • 1964, pontos de vista - cinco ensaios, tradução de juvenal jacinto e o fictício gilberto miranda (vide acima)
  • 1965, ?, in revista leitura 100/101
  • 1980, primeira pessoa do singular (contos), pela record
  • 2000, uma paixão em florença, tradução de celina cavalcante, pela record (no embalo do filme de 1999, com sean penn e kristin scott thomas)
atualizado em 24/01/2013


Um comentário:

  1. Anônimo19.9.16

    Mrs Craddock é Uma História de Amor.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.