21 de jul de 2012

la rabouilleuse luso-brasileira

mesmo a tradução de um título marca a identidade de seu autor e até por lei tem direito a ser respeitada. talvez gomes da silveira et al. não soubessem disso quando, em 1951, utilizaram na edição da globo:



o título criado por beldemónio, cuja tradução saíra desde 1887:



com várias reedições pela portuguesa guimarães:



ou teriam tomado o título ao indefectível "k. d'avellar", o ser de ficção que a garnier brasileira gostava de usar como pretenso tradutor de suas cópias de traduções portuguesas?



Autor:Balzac, Honoré de, 1799-1850.clique aqui para ver as obras deste autor no Catálogo de Autoridades de Nomes
Título / Barra de autoria:Um conchêgo de solteirão;
Imprenta:Rio de Janeiro, Livr. Garnier. 
Descrição física:385 p.
Notas:Registro Pré-MARC
Entradas secundárias:Avellar, K.clique aqui para ver as obras deste autor no Catálogo de Autoridades de Nomes 
Classificação Dewey:
Edição:
843
Indicação do Catálogo:843/B198ra7

e que, aliás, foi parar na pongetti em 1968, numa edição que traz apenas o crédito de "tradução revista por marques rebelo":



qualquer que tenha sido a fonte - a tradução portuguesa legítima ou sua contrafação brasileira na garnier -, o que parece inegável é que o título de beldemónio - e tão peculiar para la rabouilleuse - teve e continua a ter longa vida entre nós.

sobre k. d'avellar e as sapequices tradutórias da garnier, ver aqui.
sobre marques rebelo e as sapequices tradutórias da pongetti, ver aqui.

atualização em 11/08/2012: alexandre barbosa de souza bem lembra que "Rónai fala, em A tradução vivida (p. 127), que La Rabouilleuse tinha sido, de fato, traduzido em Portugal com o título da primeira versão em folhetim, Un ménage de garçon, daí o Conchego do solteirão; e que o tradutor da Globo de Porto Alegre seguiu o mesmo título, como era de praxe [na época]".

Um comentário:

  1. Olá, parabéns pelo seu blog!
    Se você puder visite esse blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.