10 de mai de 2012

a coleção ibero-americana da folha










um gentil leitor sugeriu aqui que eu comentasse a coleção de autores ibero-americanos que a folha está lançando. respondi que esta eu ia ficar devendo, por várias razões: não estou acompanhando a coleção, não tenho conhecimento suficiente da literatura ibero-americana para avaliar a seleção, do pouco que li, de modo geral, conheço apenas uma tradução.

em todo caso, fui ver a tal coleção. afinal, depois do papelão ridículo que a folha fez com aquela coleção pavorosa dos vinte "livros que mudaram o mundo", da qual acho que se salvavam só uns três volumes (veja aqui), a gente fica meio assim...

mas que gratíssima surpresa! nomes indispensáveis e obras fundamentais - de língua espanhola, lá estão meu querido onetti, meu amadíssimo bioy casares, meu prezado cabrera-infante, além das figurinhas carimbadíssimas do borges, do llosa e do lorca; coisas mais modernas como vila-matas, piglia, pauls e bolaño.

e os tradutores, ah, os tradutores! ninguém menos que josely vianna baptista, rosa freire d'aguiar, heloísa jahn, sérgio molina, davi arrigucci jr., bernardo ajzenberg e outros mais, a fina flor da tradução literária brasileira.

só posso agradecer ao leitor que deu o toque, despertou minha curiosidade e me deixou entusiasmada. e à folha, meus parabéns, mesmo!

a coleção da folha está aqui.

5 comentários:

  1. Estou comprando e gostando!
    Dá a impressão de que tiveram todo um cuidado com as obras. A capa é dura. Encadernações bonitas.
    Li Jorge Luis Borges (1), que adoro, e hoje comecei Enrique Vila-Matas (6), de quem nunca tinha lido nada.

    ResponderExcluir
  2. Eu estava com medo das encadernações, pois a Folha lançou uma coleção há alguns anos e os livros eram impossíveis de ler de tão mal encadernados. Porém, essa nova coleção está impecável. Também dei uma pesquisada nos tradutores antes de comprar e fiquei muito contente com os nomes. Está valendo a pena!

    ResponderExcluir
  3. Estou comprando e gostando. A única coisa que eu não gostei no livro é que a guarda inclusa é branca e destoa do projeto do livro, mas isso é muuuuito pouco para deixar de adquirir livros tão bons!
    Boa leitura a todos!

    ResponderExcluir
  4. e finalmente Suicídios exemplares sai daquele preço absurdo da Cosac e pode cair no gosto dos menos privilegiado$!

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.