15 de mar de 2012

decisão da fbn sobre as fraudes no cadastro nacional



finalmente o site da fbn publicou, aqui, a decisão da presidência da fundação biblioteca nacional e o parecer da comissão cipe diante das denúncias de irregularidades em obras inscritas no cadastro nacional de livros de baixo preço, para aquisição de 2.700 bibliotecas públicas do país. os dois documentos se encontram respectivamente aqui e aqui.  

resumidamente, a decisão da fbn foi encaminhar ofício ao ministério público federal, solicitando uma investigação "quanto a possíveis indícios de traduções plagiadas ou mesmo falsas atribuições de autoria em obras da editora martin claret, que foram inseridas no cadastro nacional de livros de baixo preço". 


acompanhe esse imbróglio aqui. 

2 comentários:

  1. "possiveis indícios"?
    NÃO!
    claras evidências
    (como você provou, por A+B e +C)

    ResponderExcluir
  2. Quer dizer que Ivan Teixeira propunha a exclusão pura e simples, e os demais a suspensão até que os "indicios" (rsrs) de plágio fossem apurados por comissão competente para tal. Bom, vá lá: existem mesmo essas questões de competência, sobretudo quanado se enquadram na esfera legal. Mas supor que pudesse haver alguma razão pela qual o plágio de A República fosse defensável... só se a editora alegasse insanidade mental temporária. Aliás, "definitiva" seria melhor.
    Cumprimento-a pela luta, Denise, cujos resultados estão já se fazendo sentir - embora não tão rapidamente como deveriam e gostaríamos.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.