14 de jan de 2012

cadastro nacional de livros de baixo preço

a fundação biblioteca nacional está com um excelente programa de modernização de bibliotecas e com uma louvabilíssima política para ampliar o acesso social aos livros. assim, informa a fbn:

Cerca de 2.700 bibliotecas públicas  estaduais, municipais, comunitárias, rurais e pontos de leitura do país começaram a escolher, nesta sexta-feira, 13/01, os livros preferidos por seus usuários entre os mais de 10 mil títulos inscritos no Cadastro Nacional de Livros de Baixo Preço. Elas também escolherão os pontos de venda onde vão efetuar diretamente suas compras, uma das inovações do Programa de Atualização e Ampliação de Acervos de Bibliotecas de Acesso Público, criado recentemente pela Fundação Biblioteca Nacional. 
fico preocupada, porém, com a eventual possibilidade de que, entre os mais de dez mil títulos inscritos, encontre-se alguma edição espúria ou pouco confiável entre tantas que andam por aí. sei que a editora martin claret, por exemplo, fez cadastro para oferecer títulos de seu catálogo para este programa.


não sei, porém, se alguma das várias infelizes traduções fraudadas de seu catálogo chegou a ser inscrita no programa. seria de bom azo que a fundação biblioteca nacional efetivamente verificasse se as editoras cadastradas estão cumprindo com as exigências estabelecidas no regulamento do programa, a saber, entre outras:


4.CRITÉRIOS PARA HABILITAÇÃO DOS EDITORES
4.1.4.a autenticidade e atualização dos dados dos livros que inscrevem no Programa;
4.1.6.Declarar, no Portal do Livro da BN, que reconhece e aceita os termos do presente edital, e que os livros que inscreveu não violam qualquer princípio legal vigente;
4.3.3.Declaração, no Portal do Livro da BN, que reconhece e aceita os termos do presente edital, e que os livros que inscreveu não violam qualquer princípio legal vigente

a íntegra do regulamento está aqui.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.