11 de nov de 2011

boa companhia

enquanto aguardo chegar meu exemplar de assim falava zaratustra em tradução dita de ciro mioranza, publicada pela editora escala educacional, citada aqui e aqui, vou dar uma espiada nas traduções existentes com esse título (o outro título, e mais usado, é assim falou zaratustra).


Assim Falava Zaratustra

encontro um assim falava zaratustra com tradução atribuída a eduardo nunes fonseca, pela hemus; reeditado pela leopardo, que incorporou a hemus como selo editorial







ASSIM FALAVA ZARATUSTRA - CENTAURO

outro em nome de sílvio ferreira leite pela editora centauro.









eduardo nunes fonseca já apareceu algumas vezes aqui no nãogostodeplágio, em coisas bem duvidosas e horrorosas, como mostrei aqui, aqui, aqui. a centauro tem umas coisas que são absolutamente calamitosas, como demonstrei à exaustão nos vários posts agrupados aqui.

quanto ao caso de eduardo nunes fonseca, veja-se a comparação de breves trechinhos de assim falava zaratustra:

tradução feita ou revista por josé mendes de souza (brasil e ediouro) - sobre a dúvida expressa no uso do "ou", ver aqui
Meus irmãos, permanecei fiéis à terra com todo o poder da vossa virtude. Sirvam ao sentido da terra o vosso amor dadivoso e o vosso conhecimento. Eu vo-lo rogo, e a isso vos conjuro. Não deixeis a vossa virtude fugir das coisas terrestres e adejar contra paredes eternas. Ai! Tem havido sempre tanta virtude extraviada! Restituí, como eu, à terra a virtude extraviada. Sim; restituí-a ao corpo e à vida, para que dê à terra o seu sentido, um sentido humano. 
tradução atribuída a eduardo nunes fonseca (hemus e leopardo)
Meus irmãos, permaneceis fiéis à terra com todo o poder da vossa retidão. Sirvam à terra o vosso amor dadivoso e o vosso conhecimento. Eu vo-lo rogo, e a isso vos suplico. Não deixeis a vossa virtude fugir das coisas terrenas e esvoaçar contra paredes eternas. Ai! Tem havido sempre tanta virtude extraviada! Restituí, como eu, a virtude extraviada à terra. Sim; restituí-a ao corpo e à vida, para que dê à terra o seu sentido, um sentido humano. 
josé mendes de souza (brasil e ediouro)
Solitários de hoje, vós, os afastados, sereis um povo algum dia. Vós que vos haveis entrescolhido a vós mesmos, formareis um dia um povo eleito do qual nascerá o Super-homem.
eduardo nunes fonseca (hemus e leopardo)
Solitários de hoje, vós, os afastados, formareis um povo algum dia. Vós que vos haveis escolhido a vós mesmos, formareis um dia um povo eleito do qual nascerá o super-homem.
josé mendes de souza (brasil e ediouro)
"Todos os deuses morreram; agora viva o Super-homem!" Seja esta, chegado o grande meio-dia, a vossa última vontade!
eduardo nunes fonseca (hemus e leopardo)
Todos os deuses morreram; agora viva o super-homem! Seja esta, chegando o grande meio-dia, a vossa última vontade!

10 comentários:

  1. seria interessante ver todas as obras de Nietzsche que sairam pela Escala ... e por falar em Zaratrusta tenho uma edição da Rideel com tradução de Heloísa da Graça Burati ... também desconfio dessa tradução mas não tenho certeza.

    PS: acho que todas as edições de Nietzsche pela Escala tem como tradutores (?) Ciro Mioranza ou Antonio Carlos Braga.

    ResponderExcluir
  2. olá, jordan: verdade, o assim falou falou zaratustra da rideel até já foi retirado de circulação - apresentei vários cotejos de traduções em nome de "heloísa da graça burati", que eram uma afronta! http://naogostodeplagio.blogspot.com/search/label/rideel

    que coisa terrível, não?

    ResponderExcluir
  3. chato isso ... agora lembrei que saiu um Zaratrusta de bolso peza Vozes ...

    ResponderExcluir
  4. isso, o da vozes também se chama "assim falava zaratustra", tradução anotada e comentada por mário ferreira dos santos, já há umas boas décadas no catálogo da vozes, editora séria e íntegra.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo3.12.11

    Assim Falava Zaratrusta de bolso pela Vozes não é comentada nem anotada. É a tradução apenas em formato popular para baratear a edição!

    ResponderExcluir
  6. olá, prezado anônimo: obrigada pela informação!

    ResponderExcluir
  7. Anônimo3.12.11

    Denise, apenas quis alertar o leitor que a Vozes tem duas edições: a completa anotada e comentada por MFS e a de bolso unicamente com a tradução de MFS para quem busca preço mais acessível.

    ResponderExcluir
  8. prezado anônimo, ótimo, bom saber, obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Ola Denise, descobri hoje que a Saraiva de Bolso publicou: Assim falava Zaratustra com a tradução de José Mendes de Souza com apêndices de Geir Campos
    e também, prefácio, apêndices I e II de Elisabeth Forster Nietzsche. Enfim...

    ResponderExcluir
  10. Anônimo22.8.12

    As melhores traduções de Nietzsche ainda são as da editora "Cia das Letras" ou "Cia de Bolso" (que é a mesma, apenas muda o formato para um livro de bolso, nada mais). O tradutor é Paulo Cesar de Souza, sem dúvida alguma o melhor tradutor de Nietzsche, traduz diretamente do alemão, suas notas explicativas são sempre excelentes. Porém, os preços das edições normais são um pouco altos em relação aos demais, porém compensa comprar as edições de bolso, mesmo livro, porém mais barato.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.