5 de set de 2011

jane eyre

.
Ficheiro:Jane Eyre title page.jpg

se fôssemos julgar pela quantidade de traduções de jane eyre no brasil, concluiríamos que charlotte brontë é um tremendo sucesso entre nós, superando largamente sua irmã emily brontë com wuthering heights e até mesmo a grande dama do romance clássico inglês, jane austen: são nada menos de sete traduções entre nós, além de uma adaptação.

a primeira delas saiu pela vozes, com o nome de joanna eyre: não sei em que ano, mas em 1926 constava como segunda edição. não descobri ainda o nome do tradutor. veja atualização aqui.

em 1942, veio a tradução de sodré viana pela pongetti, com dezenas de reedições até 1960 (mais tarde reeditada pela ediouro, e ainda em catálogo).

em 1945, ver atualizações, abaixo.

em 1971, a ediouro lançou a adaptação feita  por miécio tati.

em 1983, saiu a de marcos santarrita, pela francisco alves (disponível para download aqui).

em 1996, a tradução de lenita esteves e almiro piseta saiu pela paz & terra.

em 2008, a itatiaia lança uma tradução em nome de waldemar rodrigues de oliveira.

em 2010, sai pela landmark a tradução de doris goettems.

em 2011, é lançada a tradução de heloísa seixas pela bestbolso.

por uma valiosa indicação de uma apreciadora de charlotte brontë, o nãogostodeplágio vai iniciar uma pesquisa comparativa entre a tradução de sodré viana e a tradução lançada pela itatiaia, em nome de waldemar rodrigues de oliveira.

atualização em 07/09: consta no catálogo antigo da fbn uma edição de 1945 pela edições e publicações do brasil s/a, com o título jane eyre (a mulher sublime). ainda não localizei o nome do tradutor.

atualização em 08/09: um livreiro me informa que essa edição de 1945 é uma tradução de virgínia silva lefèvre. legal. então, oito traduções diferentes de jane eyre.
.

8 comentários:

  1. É uma boa. Depois diga qual recomenda.

    ResponderExcluir
  2. caro thiago, no máximo vou saber o que NÃO recomendo :-))

    ResponderExcluir
  3. aaah, obrigada, denise!! jane eyre é meu top favorito foréva, aguardo sua pesquisa com ansiedade.

    [tenho a edição da ediouro (sodré vianna) e o da fco. alves (marcos santarrita. bom, e em inglês também, ed. penguin classics.)

    ResponderExcluir
  4. Quantas traduções!
    E como eu gostaria de uma sugestão sobre as melhores!
    Li a edição da Ediouro, adaptada por Miécio Tati, que tem em torno de 180 páginas. Recentemente, vi a edição bilíngue da Landmark, com mais de 500 páginas, e imaginei se o meu livrinho não estaria muito sequinho...
    Me pergunto se você já não teria uma resposta sobre sua tradução preferida. :-)

    ResponderExcluir
  5. Quantas traduções!
    E como eu gostaria de uma sugestão sobre as melhores!
    Li a edição da Ediouro, adaptada por Miécio Tati, que tem em torno de 180 páginas. Recentemente, vi a edição bilíngue da Landmark, com mais de 500 páginas, e imaginei se o meu livrinho não estaria muito sequinho...
    Me pergunto se você já não teria uma resposta sobre sua tradução preferida. :-)

    ResponderExcluir
  6. olá, p - pois é, a do miécio é uma adaptação juvenil. dê uma tentada na tradução do santarrita, que tem disponível para download no link que dei no post. lenita esteves é uma boa tradutora; heloísa seixas também.

    a de waldemar rodrigues é simples plágio desavergonhado da de sodré viana, que já nem era muito maravilhosa.

    veja aqui as capinhas: http://naogostodeplagio.blogspot.com/2012/02/charlotte-bronte-traduzida-no-brasil.html

    ResponderExcluir
  7. Logo vi que poderia se tratar de uma edição modificada... Na capa do meu exemplar, consta "Clássicos para o jovem leitor" ou algo do gênero. Pena eu não ter lido alguma tradução mais fiel ao original.
    Então, muito obrigada pelas dicas, Denise! Com certeza comprarei uma das tuas sugestões, provavelmente a da Heloísa Seixas, que já vi um dia desses em alguma livraria.
    E você ganhou mais uma seguidora do blog e futura leitora de traduções...

    ResponderExcluir
  8. que bom, p, agradeço, e fico contente de ter sido útil

    abraço
    d.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.