6 de jan de 2011

cândido: conclusão II

.
outro ponto: eu tinha ficado curiosa com a tradução de jorge silva, ressurreta na coleção folha empoeirada de "livros que mudaram o mundo", pois parecia ser filha única de mãe viúva, e me ocorreu a hipótese de que talvez fosse um pseudônimo de galeão coutinho.

não, não é. são traduções independentes, bastante distintas entre si, a de jorge silva mais adornada (p. ex., épouser = apertar os sagrados laços), a de galeão coutinho mais direta e mais fiel ao texto em francês.

a título de curiosidade, apresento o primeiro parágrafo de cândido no original e nas três traduções levantadas, em ordem cronológica.

Il y avait en Vestphalie, dans le château de M. le baron de Thunder-ten-tronckh, un jeune garçon à qui la nature avait donné les moeurs les plus douces. Sa physionomie annonçait son âme. Il avait le jugement assez droit, avec l'esprit le plus simple; c'est, je crois, pour cette raison qu'on le nommait Candide. Les anciens domestiques de la maison soupçonnaient qu'il était fils de la soeur de monsieur le baron et d'un bon et honnête gentilhomme du voisinage, que cette demoiselle ne voulut jamais épouser parce qu'il n'avait pu prouver que soixante et onze quartiers, et que le reste de son arbre généalogique avait été perdu par l'injure du temps.


1. jorge silva (1938)
Havia na Vestfália, no castelo do barão de Thunder-ten-tronckh, um rapazinho a quem a natureza havia dotado com os mais brandos costumes. Espelhava-se-lhe a alma na doçura da fisionomia. Eram retos os seus juízos, sem desmerecerem a simplicidade do espírito e, por tal motivo, suponho, lhe haviam posto o nome de Cândido, pelo qual era conhecido. Presumiam os velhos criados da casa que ele era filho da irmã do senhor barão e de um bom e honrado fidalgote das vizinhanças, com quem a mesma senhora não consentiu nunca em apertar os sagrados laços, visto como ele apenas conseguira provar a legitimidade aristocrática de setenta e um quartéis do seu escudo, pois todo o resto da árvore genealógica se havia perdido sem poder resistir às injúrias do tempo. (edição folha, p. 9)
2. galeão coutinho (1943)
Havia na Vestfália, no castelo do senhor Barão de Thunder-ten-tronckh, um rapaz a quem a natureza dotara com a índole mais suave. A fisionomia refletia-lhe a alma. Tinha o raciocínio reto e a alma simples, motivo, creio eu, por que o chamavam Cândido. Os antigos criados da casa suspeitavam que ele fosse filho da irmã do senhor Barão, com um bom e honesto fidalgo da vizinhança, que essa senhorita não quis desposar porque só pôde provar setenta e um quartos da sua árvore genealógica, uma vez que o resto se perdera pela ação do tempo. (edição martins, p. 5)
3. mario quintana (1951)
Havia na Vestfália, no castelo do Sr. Barão de Thunder-ten-tronckh, um jovem a quem a natureza dotara da índole mais suave. Sua fisionomia lhe anunciava a alma. Era reto de juízo e simples de espírito, razão pela qual, creio eu, chamavam-no de Cândido. Suspeitavam os velhos criados que fosse filho da irmã do senhor barão e de um bom e honrado gentil-homem da vizinhança, com quem esta jamais consentira em casar-se, porque ele só pudera alegar setenta e uma gerações, havendo as injúrias do tempo destruído o resto da sua árvore genealógica (edição abril, p. 155)
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.