23 de set de 2010

a questão judaica, moraes

.
ajeitando umas prateleiras em casa, descubro um velho exemplar d'a questão judaica, de marx, pela editora moraes. não consta a data, mas minha rubrica marca "1983".


é uma edição bem pobrezinha, sem nenhuma referência bibliográfica, sem página de créditos, título original, nome do tradutor, nada, nada; apenas a página de rosto (idêntica à capa) e só.


mas a ela se aplica o cotejo que foi feito entre a questão judaica publicada pela centauro e a edição da laemmert.

para o cotejo entre a pretensa tradução atribuída a silvio donizete chagas pela centauro e a tradução de wladimir gomide pela laemmert, veja a questão judaica.

sobre a relação entre a moraes e a centauro, veja a tragédia brasileira.

sobre a questão judaica da centauro, que esqueceu de tirar o nome da laemmert no prefácio da obra (imagem que fez grande sucesso - mais de 120 downloads neste blog), veja o primeiro de abril centauriano.

e a mesma página, com a mesma menção passando batida, na edição da moraes:


que triste legado!
.

2 comentários:

  1. Lembra aquela história do Faragone/Pignatari que plagiaram o Noronha e o juiz detetou o plágio porque, segundo ele (e nós), repetir os acertos pode até ser coincidência, mas repetir os erros já é demais.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.