28 de set de 2010

descartes, discurso do método

.
um presente de jacó guinsburg e família de bento prado jr.
aos leitores

em decorrência de um alarmante caso de plágio/contrafação na coleção os pensadores, pela nova cultural,  da obra de descartes, discurso do método em tradução de jacó guinsburg e bento prado jr., os detentores dos direitos gentilmente autorizaram a disponibilização da tradução legítima na internet. o arquivo em pdf se encontra em:

http://www.scribd.com/doc/14893702/Descartes-Discurso-do-Metodo-trad-Jaco-Guinsburg-e-Bento-Prado-Jr-com-notas-de-Gerard-Lebrun-publicacao-autorizada-pelos-detentores-dos-direitos

imagem: mathematicianspicutres.org
.

3 comentários:

  1. Denise,

    que maravilha!

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise,a parabenizo pelo seu excelente trabalho,eu gostaria de saber o que eu devo fazer com 15 volumes da coleção "Obras Primas",entre eles:Madame Bovary,O vermelho e o negro etc.A maioria plageado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, gabriel, aqui tem uma listagem de obras (classificadas por editoras) que não recomendo, com o nome do pretenso "tradutor" entre parênteses: http://naogostodeplagio.blogspot.com.br/2009/12/antireferencias-bibliograficas.html

      aqui tem a listagem dos cotejos entre várias obras que publiquei (os cotejos) no blog; basta linkar no título para ser encaminhado ao post com o cotejo: http://naogostodeplagio.blogspot.com.br/2009/05/cotejos-disponiveis.html

      e aqui vc encontra a relação das obras integrantes de cada coleção, a "imortais da literatura universl" e "obras-primas". quando a tradução é legítima, consta apenas o nome do tradutor sem destaque. quando a tradução é espúria, constam o nome do falso tradutor em destaque vermelho e o nome do tradutor legítimo em destaque verde: http://naogostodeplagio.blogspot.com.br/2009/09/imortais-e-obras-primas.html

      agora, o que fazer com esses exemplares fraudados, não sei dizer, gabriel... pelo menos fica sabendo :-)

      Excluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.