28 de ago de 2010

desde quando isso é tradução?

isso.

 "Quem foi esse Carlo Bilotti?  você pergunta.[...] Ele passou a sua vida, quando não estava vendendo a Velha Especiaria [...]"

Aaaahn? Alguém por acaso lembra a colônia Old Spice


E o que seria, por favor, "o marcante Apollo de Veio
do século VI a.C. (vestido por uma mudança)"? 

E "o grandemente multilado mais ainda poderoso
Hércules com um veado"?


"O litoral de modo torcido das Rivieras, particularmente o que está esticado desde a fronteira francesa"?

aliás, a editora oferece algumas páginas em pdf, e lá está o conselho para visitar veneza: "Um pouco mais apelativo é a pé ... você não ficará preso no tráfico e o senso de beleza, parada no tempo e declínio devagar da cidade é quase místico".

fonte: frommer's itália - guia completo de viagem, pela editora alta books, aquela mesma que "vende o livro como está". vide o post "sem garantia de qualquer tipo".

eu, como tradutora, fico revoltada que o ofício seja tão vilipendiado. não é crime recorrer a programas de tradução automática, mas entendo que os leitores merecem saber o que estão comprando, e que nenhum ser humano pode ser responsabilizado pela autoria dessas calamidades.*

* outros exemplos podem ser vistos em quando tradução vira loteria.

creio que seria mais correto se as editoras afeitas a traduções automáticas especificassem na página de créditos:
tradução: google translator (ou babelfish, ou babylon, ou o programa que for)
revisão da tradução automática: fulano de tal

a tradução é uma obra intelectual, e o autor de uma tradução é portador de direitos autorais, figura juridicamente protegida. é um contrassenso supor que possam existir direitos autorais sobre um trabalho executado por programas de tradução automática, que por definição descaracterizam e abolem o conteúdo autoral da obra.

ademais, o uso de programas de tradução automática é livre. assim, como poderia uma editora pretender deter os direitos de exploração comercial de uma obra de tradução, se a tradução automática escapa por definição ao conceito jurídico de "obra", conforme estabelecido em todas as legislações referentes aos direitos autorais? a questão é bem mais complexa do que pode parecer à primeira vista.

se eu estiver errada, de bom grado retiro minhas considerações. temo, porém, que esta seja apenas uma amostra de tendências recentes no mundo do livro, e creio que editoras, tradutores e advogados autoralistas poderiam e deveriam se debruçar sobre o problema.
.

14 comentários:

  1. Nesse caso, a "advertência" deveria vir na capa "traduzido por Google Translator", do mesmo modo que os remédios vem com tarja preta na caixa (e não na bula), para evitar que os incautos que não procuram o nome do tradutor na página de créditos acabem comprando gato por lebre. Aliás, mais um motivo a favor do nome do tradutor na capa.

    ResponderExcluir
  2. tarja preta é bem lembrado! e leva junto um calmante ou um anticonvulsivo ;-)

    ResponderExcluir
  3. O legal é o forofofó explicativo (haja tradutor - humano mesmo - pra ler aquilo!):

    http://www.reclameaqui.com.br/537214/editora-alta-books/livro-com-erros-de-traducao/

    ResponderExcluir
  4. "Um pouco mais apelativo é a pé ... você não ficará preso no tráfico e o senso de beleza, parada no tempo e declínio devagar da cidade é quase místico".

    Não, essa "tradução" chega a dar uma dor no coração.

    ResponderExcluir
  5. quaquaquá, leticia, maravilhoso o link!
    vale a pena transcrever:

    leitor reclama:
    Livro com erros de tradução:
    Efetuei a compra do livro Certificação Sun para Programador Java 6 [da AltaBooks] e há erros gravíssimos de tradução.

    editora alta books responde:
    Resposta da Empresa Sexta-feira, 12 de Março de 2010 - 11:38Boa Tarde,

    Primeiramente muito obrigado por enviar este email !

    Caso V.S.a esteja insatisfeito com o conteúdo da obra, independente do motivo, poderá dentro do prazo legal, pedir o cancelamento da compra ou troca por outro produto diretamente na livraria ou loja que vendeu o mesmo.

    A editora sempre tenta entregar o melhor contéudo a seus clientes, tanto que tem equipe de traducao, revisao gramatical e técnica , sendo que a revisão técnica é feita por no mínimo duas pessoas diferentes para olharem e varrerem os livros em busca de erros e fazer as adaptações de termos, troca de telas etc., porém pode acontecer de algumas frases ou termos técnicos podem não ficarem perfeitamente escritas.

    A editora, assim que recebe uma reclamação,qualquer ela que seja, encaminhamos imediatamente as dúvidas ou insatisfações para verificar o que houve e tomar as medidas de correções cabíveis. Seu email será enviado imediatamente para o departamento de Produção. Se for compovado o erro de qualquer tipo ou espécie, o erro ou mesmo um paragrafo que poderia ser melhor escrito, será consertado em uma errata dispobilizado em nosso site, e tais erros ou melhorias serão acertados na reimpressão do mesmo, ou em alguns casos optamos até por reimprimir todo o livro. Este procedimento de busca de qualidade é feito de para qualquer livro que é publicado pela Alta Books, que em 2009 publicou 152 novos títulos em vários segmentos e em 2010 temos ate o momento 104 novos titulos para publicacao, e hoje é maior editora de livros de TI do Brasil.

    [continua]

    ResponderExcluir
  6. [continuação - a resposta da alta books é tão eloquente que não cabe nos quase 5 mil caracteres aceitos pelo blogger no campo do comentário]

    Gostariamos também de fazer uma observação referente as erratas dos livros originais em inglês. A maioria dos livros em inglês que traduzimos quase sempre possui erros na primeira edição/impressão. E fácil ter acesso a errato do livro original, pois os mesmos são disponiblizados frequentemente no site do livro ou da editora estrangeira. Muitos livros originais possuem, em média, 30 ou mais erros, sejam eles de conceito, entendimento, digitação, código ou impressão, a em alguns casos, nossos revisores técnicos localizam e consertam na nossa edição tais erros, mas é claro que isto vai depender dadata publicada da errata que os erros foram reconhecidos pelo autores da edição original.

    Cabe ressaltar, que a edição Brasileira, pode sair sem erros, ou ainda com menos ou até mais erros que a Americana, já que temos que passar pelo processo da tradução, revisao e adaptação dos termos técnicos utilizados, termos conceituais estes que podem mudar de acordo com a região do Brasil que a pessoa vive, como é o caso dos livros de programação. Muitos termos em livros de programação como "instance", "loop", "deletage" podem ser (ou não) traduzidos de 2 ou 3 formas diferentes, pois não existe um glossário oficial, principalmente para produtos Open Sorce. Isto pode gerar confusão,
    pois alguns pessoas podem conhecer os termos de forma e outros de outra forma. Este tipo de dificuldade não acontece com os livros em inglês.

    A Série Use a Cabeça da Alta Books, a maior série de livros de programação e TI no Brasil, hoje possui mais de 15 livros, e geralmente são muito bem avaliados, conforme podemos citar alguns exemplos:

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21294017/use+a+cabeca!+java

    79 pessoas opinaram. Aprovado por 99% das pessoas. Provalvelmente o livro de
    Java que mais vende no Brasil.

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21458050/use+a+cabeca!+c

    Aprovado por 100% das pessoas.

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21294018/use+a+cabeca!+padroes+de+projetos

    Aprovado por 98% das pessoas.

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21377313/use+a+cabeca+!+:++ajax

    Aprovado por 100% das pessoas.

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21386307/use+a+cabeca+html+com+css+e+xhtml

    Aprovado por 100% das pessoas.

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21458052/use+a+cabeca!+javascript

    Aprovado por 100% das pessoas.

    E em varios sites dos nossos parceiros como Cultura, saraiva, Submarino,Americanas, relativa, livros de informatica e links acima que sao blogs, nao achamos ou localizamos qualquer informacao que desabone o livro, porém como já foi comentado, seu email será avaliado pelo departamento técnico.

    http://www.relativa.com.br/livros_template.asp?Codigo_Produto=118885

    http://www.relativa.com.br/todas_resenhas.asp?codigo_produto=118885

    http://www.americanas.com.br/AcomProd/1472/2705577

    http://www.guj.com.br/posts/list/97425.java

    http://www.submarino.com.br/produto/1/21498837/certificacao+sun+para+programador+java+6+guia+de+estudo

    http://www.siciliano.com.br/produto/produto.dll/detalhe?pro_id=2632607&ID=42F947337D90519070B0D0449&FIL_ID=102

    Em Nosso site, encontra-se disponibilizada errata para ser baixada do livro. http://altabooks.tempsite.ws/erratas/scjp.zip

    Atenciosamente,
    Anderson Camara
    Coordenação Faturamento / Departamento Comercial
    Editora Alta Books.
    Rua Viuva Claudio, 291 - Jacaré CEP.: 20970-031
    Tels.(21) 3278-8069 / 8159 OU FAX (21) 3277-1253

    ResponderExcluir
  7. ih, renan, tem outras ainda mais flabbergasting, como dizem ;-)
    acho que vou montar um post-tour pela itália seguindo os conselhos turísticos do livro.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo28.8.10

    uma pena eu ter de dar essa informação anonimamente, mas ontem, em reunião com um editor de uma GRANDE e RESPEITADA editora, tive o desprazer de vê-lo admitir que fez uma tradução recente passando o texto pelo google translator e "corrigindo" uma coisa aqui e outra ali.

    ResponderExcluir
  9. pois é, prezado anônimo, o enrosco jurídico que se cria é que nenhuma editora pode alegar que detém direitos autorais sobre uma tradução automática. e, como revisão não tem direitos autorais, conclui-se ... não sei o que se conclui - mas acho que será um sério problema sobre a questão da titularidade dos direitos patrimoniais.

    ResponderExcluir
  10. "acho que vou montar um post-tour pela itália seguindo os conselhos turísticos do livro. "

    É uma boa. :)

    ResponderExcluir
  11. TODOS os Frommer's que já vi em português por essa editora são assim. A série de guias de viagem mais famosa do mundo tem essa edição/tradução tão absurdamente porca em português e é vendida aqui normalmente. Incrível.

    ResponderExcluir
  12. Incrível. Eu tinha te dito, Denise, o sr. Bilotti ocupado em vender A Velha Especiaria era das minhas pérolas favoritas nessa edicao do guia pela Alta. Soh de lembrar eu rio.
    Mas, no geral, eh mais pra trágico mesmo. A gente sabe quao importante e difícil é o trabalho do tradutor. Uma coisa assim é aviltante para todos os que honestamente se dedicam ao processo editorial. Sem falar no pobre leitor, eh claro. Acho que dava uma pauta bem boa de jornal. Se foram capazes de cair matando daquela maneira contra a Record, imaginem se veem isso. Ao menos teriam grande razao.
    Lendo o site da Alta, vcs podem ver como eles se gabam de ter crescido. Eh um ultraje, repito, para nós, que trabalhamos, e muito, de maneira correta, para fazer cada livro e tentar crescer de maneira honrada...

    ResponderExcluir
  13. Nanna1.9.10

    Eu comprei o guia de Nova York "Gaste menos Veja mais" e a tradução é uma belezura de dar gosto. Mandei um e-mail reclamando pra editora e não tive resposta. Acho que vou colocar no "Reclame aqui" também. Vou copiar alguns trechos para vocês sentirem o drama:

    página 182:
    "Mais uma vez popular (...) , este é um programa de entrevista que retrata quatro apresentadoras tagarelas e, geralmente, uma celebridade convidada. Muita pouca participação da plateia, embora a câmera procura a plateia para lances de reação , ENTÃO-SE vista o melhor que puder." (sic)

    ou na página 131:
    " PEGUE UM PEDAÇO DA ROCHA: uma vez que você tenha conhecido a Times Square, repare imediatamente a área que a ultrapassa de longe e tem fãs mais interessados em arquitetura do que no planejamento da cidade" (heim?)

    ou na página 249:
    "Enquanto outros pensam "eu gosto de dirigir" a vasta maioria se identifica profundamente com caracteres animados. Se você comprar ou não a metafísica, a Uniqlo é um bom lugar para ver tendência, embora as roupas disponíveis (calças, jeans, blusas, roupas íntimas sejam projetadas no Japão e durarão por uma estação), incluindo centenas de padrões diferentes a preços baixos." (hahahhahahahahha)

    ResponderExcluir
  14. como é bom se fazer uma tradução se conhecendo bem o idioma em uma naçao que o fala . ver seus costumes, sua historia ...

    tenho tentado aprender idiomas , infelizmente , em uma unica naçao..... mas as respostas são tristes ou nao surgem .... se voce for um "sem-grana " !

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.