7 de jul de 2010

non cotuca!

o imortal ivan junqueira declara que o Prêmio ABL de Tradução 2010 teria sido concedido a milton lins em reconhecimento à obra de uma vida inteira. bom, na verdade são apenas dez ou doze anos brincando de contar sílabas e desencavar rimas, mas vá lá, que seja. o que importa é que, pelo jeito, faz algum tempo que milton lins vem se preparando para o troféu juó bananère de rimas e imagens sugestivas. 


[José-Maria de Heredia, "La Dogaresse", tradução de Milton Lins, "A Dogaresa (esposa do Doge)" [sic], in Pequenas traduções de grandes poetas II, 2007, p. 183]

veja também:
atualizado em 13/07/10: eu havia grafado errado como "juó bananèro". graças ao alerta de um leitor, fica corrigido: juó bananère.

3 comentários:

  1. Anônimo7.7.10

    A tradução do Google Reader é melhor que essa...

    ResponderExcluir
  2. ah, mas certamente não tem a arte da recriação poética: transformar cauda de vestido em rabada de boi não é qualquer google que faz ;-)

    ResponderExcluir
  3. É a riqueza semântica: em Pernambuco, o leitor vai salivar pensando no quitute, na Guiné-Bissau, (mais a propósito) imaginando a felicidade do tal 'guri'.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.