13 de abr de 2010

o caminho do inferno II


escreve-me teotônio simões, do ebooksbrasil


Salve, Denise

Os cupins da ABDR voltaram a atacar as estantes do eBooksBrasil no Scribd.

Desta vez, foi o pobre do Beccaria - Dos delitos e das Penas - edição do Ridendo Castigat Mores do Nélson Jahr Garcia, nas estantes do eBooksBrasil desde 2001 http://ebooksbrasil.org/historico/agosto2001.html ] e incluído em muitos outros sites, inclusive no "dominio público do MEC" [ http://www.dominiopublico.gov.br/ ], pelo que vale...

Está ou estava lá no Scribd:

"http://www.blogger.com/goog_1748232539
This content was removed at the request of ABDR"

Tal qual no caso de A Cidade Antiga.*
Recebi este e-mail do Scribd:

"Hello, teotonio --
Under the Digital Millennium Copyright Act, Scribd is obligated to terminate accounts of users who have been repeatedly notified of copyright infringement through valid DMCA takedown notices.
Scribd has attempted to notify you of each such takedown notice by email, and requested that you remove any infringing material you might have uploaded to the site. At this point, we have had to terminate your account permanently per DMCA guidelines.
If you believe this action was a result of mistake or misidentification, please visit our Scribd Support Desk to access the instructions for providing a counter-notification.
For more information, read about our Copyright Management System or contact us through copyright@scribd.com.
Please note that under Section 512(f) of the Copyright Act, any person who knowingly materially misrepresents that content was removed or disabled by mistake or misidentification may be subject to liability.
Best regards,
Scribd Support Team
Questions? http://scribd.com/faq"

Ou seja: uma prévia do que poderá acontecer, e acontecerá, por aqui.

Uma ABDR qualquer da vida ( http://www.culturalivre.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=64&Itemid=40 ) poderá alegar o que bem entender para tirar material legal da web. E estará pronto o prato para causídicos de plantão e um banzé armado, para gáudio dos que só pensam em $$ e estão pouco se importando com a cultura, etc. etc.

Ainda estou pesando se devo ou não entrar neste esquema, enviando uma contranotificação para que o conteúdo seja restaurado. Mas não é a primeira vez: já tive que justificar até a inclusão de Machado de Assis e José de Alencar (tenho cópia dos e-mails, se lhe interessar). Estou, literalmente, com os países baixos a explodir.

Por enquanto, quem tentar entrar nas estantes do eBooksBrasil no Scribd [ http://www.scribd.com/people/view/537665-teotonio-sim-es ] encontrará esta mensagem:

"Sorry, but teotonio is no longer a member of Scribd"

É apenas uma amostra do que o inferno nos reserva; ainda mais por aqui, cercados que estamos de gente tão honesta.

Teotônio Simões
* sobre a perseguição indiscriminada promovida pela abdr que tem atingido a ebooksbrasil, levando à remoção de conteúdos lícitos, ver notícia aqui.

3 comentários:

  1. Anônimo13.4.10

    Olá Denise e amigos do "Não Gosto" se essa proposta de retirada imediata de conteúdo "ilegal" se concretizar, nos obrigando a justificar até a distribuição de obras de Machado, para poder "legalizá-la", teremos que fazer como há alguns anos fizeram um grupo de músicos cariocas que, cansados de ver o quão ineficientes e tendenciosas são as campanhas contra a pirataria, resolveram fazer uma campanha na qual incentivavam seus fãs a fazer pirataria por conta própria e distribuí-la aos amigos gratuitamente.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo13.4.10

    Olá Denise e amigos do "Não Gosto", se essa proposta de retirada imdiata de conteúdos "ilegais" se concretizar, nos obrigando a justificar a publicação até de obras de Machado afim de "legalizá-las", teremos que fazer como há aluns anos fizeram um grupo de músicos cariocas que, cansados de ineficientes e tendenciosas campanhas anti-pirataria, resolveram fazer uma campanha onde incentivavam seus fãs a fazerem cópias piratas de suas obras por conta própria e distribuí-la aos amigos, para assim combater o comércio de material pirata (que é o que sustenta os "Martin Clarets" da vida)

    Ernandes A. Fernandes Júnior

    ResponderExcluir
  3. Denise, pesei: sem contranotificação. A ABDR pediu para tirar, peça para repor. Se tiverem o mínimo de civilidade no ciberespaço, podem até pedir desculpas, que eu aceito;)
    Podem dizer que são estrangeiros neste espaço, o que é verdade:

    Cupins tiram eBooksBrasil do Scribd - Que tédio!
    http://www.ebooksbrasil.org/index2.html#abdr

    Agora, só falta o google indexar:))

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.