31/03/2009

mais chacalices


1. o luso josé augusto pereira da silva traduziu a prosa escolhida de púshkin do russo para o português pela editora russa ráduga (1988). dessa seleta faz parte a filha do capitão.
alguém pode me informar como é que a martin claret se acha no direito de tascar em sua edição: "copyright desta tradução: editora martin claret, 2006"? por acaso terá comprado os direitos da ráduga? ou sequer adquirido licença de publicação?

2. o gaúcho e cosmopolita álvaro moreyra (1888-1964) tinha um nome longuíssimo: Álvaro Maria da Soledade Pinto da Fonseca Velhinho Rodrigues Moreira da Silva. ficou só com o "moreira", e trocou o "i" por um "y" que seria uma espécie de símbolo dos outros sobrenomes. foi um escritor e literato bastante conhecido, e uma época (1959) até virou imortal da academia brasileira de letras.

ele traduziu a dama de espadas de púshkin, que foi publicada pela brasilia aeterna em 1945.

alguém pode me explicar como é que a martin claret se acha no direito de tascar em sua edição: "copyright desta tradução: editora martin claret, 2006"? com quem terá firmado algum contrato sobre os direitos de publicação?

mas como ela é associada à abdr e ostenta esse sinistro dedão na primeira página de todos seus plágios e contrafações, então deve achar que pode.


imagens: logo da raduga; selo da abdr em www.abeu.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.