5 de jan de 2009

suzano/ nova cultural

não sei, posso não entender bem as coisas, mas pelas minhas contas dá uma quantidade imensa de fraudes espalhadas em bibliotecas comunitárias e escolas públicas pelas "empresas do bem"...

Portal Celulose Online
O Ecofuturo mantém o selo Ler é Preciso, o qual destina 1% de seu faturamento para financiar as bibliotecas. Entre os livros editados por esse selo, destacam-se o “Carandiru – Registro Geral”, sobre o filme do diretor Hector Babenco, e a Coleção Obras Primas, da Nova Cultural, composta de 50 clássicos da literatura universal. [...] Além das redações premiadas serem transformadas em livro, a ser publicado ainda em maio, os três primeiros colocados, assim como suas escolas e professores, receberam como prêmio a coleção Obras Primas, da Editora Nova Cultural, que reúne 53 grandes clássicos da literatura mundial.

EMPRESAS DO BEM
LEITURA DE QUALIDADE
O mundo mágico do escritor Monteiro Lobato é o mote do concurso de redação promovido pelo Instituto Ecofuturo. A ONG, criada pela Cia. Suzano, usará a competição como ferramenta para reforçar nos alunos de 1ª a 8ª série, de todo o País, o gosto pela leitura de qualidade. Os melhores textos vão ser publicados em livro. Além disso, os alunos e as escolas vencedoras vão ganhar a coleção Obras Primas, da Editora Nova Cultural, composta por 50 títulos.

Coleção Obras Primas — Instituto Ecofuturo
Projetos que fazem parte do Programa Ler é Preciso > Ler é Preciso > Selo Ler é Preciso > Livros > Coleção Obras Primas
Autor: Diversos
Editora: Nova Cultural
Ano: 2002
A coleção Obras-Primas é caracterizada pela variedade de títulos, escolhidos entre os mais expressivos da literatura mundial. Serão livros de autores consagrados, apresentados ao público em edição de luxo, com tradução primorosa e preço acessível.

No mundo dos livros, Suzano busca estímulo para suas atividades
O bom desempenho do projeto resultou na criação do selo Ler é Preciso. Capas dos livros que contêm esse selo identificam que 1% do preço do livro vai para os projetos sociais do Ecofuturo. A maior parceria nesse sentido foi firmada com a editora Nova Cultural quando criou a coleção Obras-Primas. São 50 títulos expressivos da literatura mundial com edição de luxo e preços acessíveis. Todos com o selo. A parceria prevê que o Ecofuturo terá direito a 900 dessas coleções. Parte delas vai suprir as 25 bibliotecas comunitárias já instaladas pelo Ecofuturo em várias cidades. ... Vencedores do concurso de redação deste ano também devem ser agraciados com a coleção.

Aluna de escola estadual tem redação premiada
A partir da premiação, os alunos poderão ver publicadas as suas histórias e ganhar prêmios. Os organizadores do concurso editarão um livro com as 15 primeiras redações selecionadas em cada uma das quatro categorias. Os professores e as escolas dos três primeiros colocados nas quatro categorias serão premiados com a Coleção Obras-Primas, da Editora Nova Cultural, composta por 50 clássicos da literatura universal. Desde 1998 já foram desenvolvidos três concursos de redação que envolveram mais de 4.500 crianças e mais de 5 mil escolas públicas e privadas.
Secretaria de Estado da Educação

Instituto Ecofuturo
Quem Somos
Programa Ler é Preciso
Coleção Obras Primas [1%] por simples, em 23/05/2007
A coleção Obras-Primas é caracterizada pela variedade de títulos, escolhidos entre os mais expressivos da literatura mundial.

Livros — Instituto Ecofuturo
Coleção Obras Primas. Projetos que fazem parte do Programa Ler é Preciso. Ler é Preciso. Bibliotecas Comunitárias. Concurso de Redação
LIVROS








Escola é finalista de concurso nacional - A EE (Escola Estadual) Adelmo Almeida, de Guararapes, recebeu no último bimestre a coleção "Obras Primas", com 53 clássicos da literatura universal. Os livros fazem parte da premiação oferecida aos 67 finalistas do 5º concurso de redação "Ler é Preciso - Na pista com Ayrton Senna: a Conquista de um Sonho", promovido pelo Instituto Ecofuturo e pelo Instituto Ayrton Senna.

Clássicos da literatura mundial a preço popular
Os R$ 9,90 cobrados por cada livro somente são possíveis, segundo Janice, por causa de acordo com a fábrica de papel Suzano. “A Nova Cultural e a Suzano repartiram pela metade o custo do projeto, que fica em torno de R$ 8 milhões”, diz. A contrapartida ao patrocínio da Suzano é que a Nova Cultural doará 1% da receita da coleção a uma ONG mantida pela empresa papeleira. Doará também 1.500 coleções completas para bibliotecas públicas de vários Estados brasileiros. Inicialmente, as tiragens de cada título da coleção Obras Primas serão de 60 mil exemplares.

Parceria entre Nova Cultural e Cia. Suzano visa a multiplicar o universo de leitores no País - Para Christine Fontelles, assessora de comunicação corporativa e relações públicas da Cia. Suzano, a exemplo da Nova Cultural, a intenção de levar a literatura para o povo deveria ser um objetivo nacional. `Essa questão é um apelo. É preciso firmar parcerias com ONGs, governo e empresas e buscar a democratização da cultura no País`, diz. Por meio da parceria com a Nova Cultural, a cada venda de livro da coleção, 1% da receita será revertido às ações do programa "Ler é Preciso", aplicado pelo Instituto Ecofuturo, entidade criada pela Cia. Suzano para desenvolver práticas de responsabilidade social da empresa. ... Pela parceria, ainda está prevista a doação, por parte da Nova Cultural, de 1.500 coleções para 1.500 bibliotecas de todo o País.

Objetivo é aproximar a literatura do leitor através da coleção Obras-Primas - A equipe da Nova Cultural está satisfeita com as vendas dos livros da coleção. De acordo com dados da assessoria de imprensa, a Obras-Primas já movimentou a produção de 2,2 milhões de títulos [em 6 meses] ... a Nova Cultural foi buscar a parceria com a Companhia Suzano de Papel e Celulose, ... que está patrocinando todo o papel.

que ninguém me entenda mal: acho ótimo que as empresas desenvolvam trabalhos de responsabilidade social. mas acho também que não é só sair por aí fazendo parceria com o primeiro que passa pela frente, sem avaliar direito as coisas.

de mais a mais, as fraudes da nova cultural foram denunciadas várias vezes por várias pessoas desde 2002. se a ecofuturo só agora diz "aaah, puxa vida, eu não sabia..." - bom, vou dizer o quê? sorte da dona nova cultural, então, que teve uma parceira tão confiante?

só posso torcer para que essa reunião entre ecofuturo e nova cultural resulte em alguma providência concreta para desfazer os malfeitos.

imagens: instituto ecofuturo, obras-primas e selo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.