27 de jan de 2009

sobre o essencial do alcorão

houve uma notícia que achei importante, pois, além de se tratar de mais um plágio em circulação no mercado, iludindo o leitor e ludibriando sua boa-fé, parece indicar o surgimento de mais um fantasma na praça.

trata-se do plágio apontado por joana canêdo na edição o essencial do alcorão, de thomas cleary, pelo jardim dos livros, selo da geração editorial (conforme consta em seu release), aqui noticiado em 23 de janeiro. reproduzo os comentários de joana:

"Não precisei ir além da primeira página no cotejo. Para não dizer que não tem uma vírgula fora do lugar, na última linha da página tem uma vírgula a mais antes do 'etc.'. Além disso, eles atualizaram a referência bibliográfica para a norma abnt corrente - quanta presteza! Diga-se de passagem, até a nota do tradutor é idêntica. Curioso como duas pessoas diferentes conseguem não só fazer a mesma tradução, mas tb bolar a mesma nota! Se ainda não está convencida, digo com todas as letras: não são em absoluto duas traduções; é a mesma tradução letra por letra.Tá bom, eles inovaram na edição: cortaram a introdução no meio e criaram um capítulo novo que começa no parágrafo em que a introdução havia sido interrompida. Outra novidade é uma nota que na edição de 1993 não tem autoria indicada (o que dá a entender que se trata de uma nota do autor), agora devidamente assinada por Pedro H. Berwick! Ok, talvez eu esteja exagerando, já que as notas do autor estão devidamente organizadas no final do capítulo da ed. de 1993 e devidamente reproduzidas nos rodapés da ed. de 2008."

comparando-se os scans aqui publicados com a introdução e o primeiro capítulo disponíveis para download no site geração online, fica evidente que se trata de uma cópia da tradução de leila v. b. gouvêa, publicada pela best seller em 1993, lançada no jardim dos livros em julho de 2008 em nome de "pedro h. berwick".

meus votos de que o grupo responsável pelo selo tome rápidas providências para retirar o livro de circulação e fazer uma errata pública avisando os leitores sobre o fato.

2 comentários:

  1. Rz Oliveira2.2.09

    Agendas Moleskine em uma postagem sobre o Alcorão????
    Rz Oliveira

    ResponderExcluir
  2. :)) para vc ver como o mundo do plágio se encontra, não é?
    na verdade, uma das agendas NÃO é moleskine, e essa é a moralzinha da história.

    ResponderExcluir

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.