19 de set de 2008

a balada


cento e poucos anos após sua morte, oscar wilde continua a ser objeto de agressões.

agora teve sua balada do cárcere de reading, em tradução da autoria de oscar mendes, publicada pela josé aguilar em tempos d'antanho, deslavadamente contrabandeada:

oscar mendes:

Soube tão só que torturante idéia
Lhe dava ao passo aquela pressa.
Porque olhava para o céu brilhante
Com tal olhar de ansiedade;
O homem matara aquela a quem amava
E assim teria de morrer.

Contudo os homens matam o que amam
Seja por todos isto ouvido,
Alguns o fazem com acerbo olhar,
Outros com frases de lisonja,
O covarde assassina com um beijo,
O bravo mata com punhal!

Uns matam seu amor, quando são jovens,
Outros quando velhos estão;
Com as mãos do Desejo uns estrangulam
Outros do Ouro com as mãos;
Os de mais compaixão usam a faca,
O morto assim logo se esfria.

Uns amam pouco tempo, outros demais;
Este o amor compra, aquele o vende;
Uns matam a chorar, com muitas lágrimas,
Outros sem mesmo suspirar;
Porque cada um de nós mata o que ama,
Mas nem todos hão de morrer.

na martin claret, o segundinho jean melville, uma vez mais:

Soube tão só que torturante idéia
Lhe dava ao passo aquela pressa.
Porque olhava para o céu brilhante
Com tal olhar de ansiedade;
O homem matara aquela a quem amava
E assim teria de morrer.

Contudo os homens matam o que amam
Seja por todos isto ouvido,
Alguns o fazem com acerbo olhar,
Outros com frases de lisonja,
O covarde assassina com um beijo,
O bravo mata com punhal!

Uns matam seu amor, quando são jovens,
Outros quando velhos estão;
Com as mãos do Desejo uns estrangulam
Outros do Ouro com as mãos;
Os de mais compaixão usam a faca,
O morto assim logo se esfria.

Uns amam pouco tempo, outros demais;
Este o amor compra, aquele o vende;
Uns matam a chorar, com muitas lágrimas,
Outros sem mesmo suspirar;
Porque cada um de nós mata o que ama,
Mas nem todos hão de morrer.

(a grande pista para mais este "flagrante" foi dada por james emanuel, em seu blog reflexões)

atualização em 16/2/12 - obs.: estes são apenas alguns exemplos a título ilustrativo, extraídos de um extenso cotejo feito entre as traduções, com outras traduções e com o original. veja aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.