30 de set de 2008

maupassant, uma vida


no caso de uma vida, de guy de maupassant, a edição da nova cultural atribui os créditos de tradução a roberto domênico proença, o mesmo que assinou a apropriação, investigada e denunciada pela folha de s.paulo, dos contos de voltaire traduzidos por mario quintana.

em uma vida, foram refeitos os três parágrafos iniciais. a partir daí, porém, segue-se fielmente a tradução original de ascendino leite.

guy de maupassant, uma vida:
a. trad. ascendino leite, abril cultural, 1985 (livraria martins, 1953)
b. atrib. roberto domênico proença, nova cultural, 2003

a. p. 23:
o último quadro, no entanto, representava um drama. próximo ao coelho, que continuava a comer, via-se um rapaz em posição estendida como se estivesse morto. a jovem contemplava-o, abrindo o seio com uma espada, e os frutos da árvores tinham-se tornado escuros.jeanne já estava a renunciar à compreensão da história quando descobriu num canto da gravura um animalzinho tão microscópico que o coelho, se fosse real, tê-lo-ia comido como uma verdade qualquer. e no entanto era a efígie de um leão.

b. p. 18:
o último quadro, no entanto, representava um drama. próximo ao coelho, que continuava a comer, via-se um rapaz em posição estendida como se estivesse morto. a jovem contemplava-o, abrindo o seio com uma espada, e os frutos da árvores tinham se tornado escuros.jeanne já estava a renunciar à compreensão da história quando descobriu num canto da gravura um animalzinho tão microscópico que o coelho, se fosse real, tê-lo-ia comido como uma verdade qualquer. e no entanto era a efígie de um leão.

a. p. 75:
jeanne sentia deliciosamente o sabor da bruma salgada, penetrando-a até a ponta dos dedos. o mar cobria tudo. no entanto, diante deles, uma coisa cinzenta, confundindo-se com o suave palor da aurora, espécie de nuvens devolutas, pontiagudas e despedaçadas, parecia pousar sobre as ondas.

b. pp. 85-6:
jeanne sentia deliciosamente o sabor da bruma salgada, penetrando-a até a ponta dos dedos. o mar cobria tudo. no entanto, diante deles, uma coisa cinzenta, confundindo-se com o suave palor da aurora, espécie de nuvens devolutas, pontiagudas e despedaçadas, parecia pousar sobre as ondas.

atualização em 16/2/12 - obs.: estes são apenas alguns exemplos a título ilustrativo, extraídos de um extenso cotejo feito entre as traduções, com outras traduções e com o original. veja aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.